segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Comer faz mal à saúde?


O pastor Abner Ferreira publica praticamente todos os dias pela manhã, no twitter, uma enquete que debate temas contemporâneos. Na medida do possível, tenho participado. Neste sábado, 6 de agosto, o assunto foi sobre comida. Veja a pergunta: "Dizem que o cristão come bem e alguns estão acima do peso. A igreja deve tratar isso com os membros? Ou cada um sabe do que come?" Aventurei-me com algumas respostas. Acho que me saí de forma razoável.

Por considerar que pouco falamos sobre isso nos meios cristãos (leia-se "evangelicos"), fiquei empolgado. Sou daqueles que acreditam na vida cristã integral, sem dicotomia, onde tudo o que fazemos tem como finalidade primeira e última a glória de Deus. Isso inclui comida. Se você acha que estou equivocado, leia 1 Coríntios 10.31. Veja o que escrevi lá no twitter. Fiz algumas adaptações e acréscimos, mas, para mim, tudo o que está aí abaixo cai como uma luva. Espero que sirva também para você.

1. Criamos estereótipos para afirmar que isso, aquilo e mais aquilo outro são pecado. Há  igrejas que dispõem de listas até com detalhes constrangedores.

2. Com isso, tudo o que estiver fora da lista, para muitos, considera-se liberado. Não há restrição alguma.

3. Acostumamo-nos a viver sob regras e não por princípios. Queremos que alguém nos diga o que pode e o que não pode. Parece mais fácil.

4. Mas há enorme diferença entre ambos os conceitos. Regras compõem a tal lista. Só que as situações mudam de um lugar para o outro e até mesmo de uma época para outra, exigindo novas regras.

5. Princípios – o domínio próprio, por exemplo, também conhecido como temperança – vão muito além das normas. Eles nos dão elementos para aprender a tomar a decisão certa em cada circunstância, sem sermos escravos de nada.

7. O ato de comer, portanto, depende do modo como nos portamos em relação aos princípios.

8. Comer bem não é comer muito, mas comer com qualidade. É escolher os alimentos de acordo com as necessidades do nosso organismo.

9. Muitas doenças podem ser evitadas e outras controladas, se soubermos ser disciplinados quanto ao que comemos.

10. Não tenho dúvida: Deus se agrada de quem sabe cuidar bem do seu corpo para torná-lo saudável. Saber alimentar-se é um gesto de saúde e glorifica a Deus.

11. Em linhas gerais, qual princípio, entre outros, se aplica ao ato de comer? O domínio próprio, a capacidade de não ser escravo do que se come. Por outro lado, a Bíblia inclui a gula na categoria de pecado. Não é preciso explicar as razões

12. Entendo que a igreja deve, sim, tratar de comida e torná-la assunto em nossos púlpitos, não como regra, mas à luz de princípios.

13. Há muitos cristãos com doenças graves não por causa da bebida, mas por causa da comida.

14. Numa assembleia convencional hospedada pela igreja onde sou presidente de honra, um de nossos pastores, como médico, montou uma tenda para atender os convencionais com pequenos procedimentos. Muitos pastores (não é exagero) que mediram o seu nível de açúcar, estavam com a taxa acima de 200 sem que soubessem.

15. Comer com qualidade não significa gastar muito. Há muitas formas econômicas. Quero dizer que não depende de produtos caros. 

16. Recomenda-se, por exemplo, comer alimentos ricos em ômega 3 e outros graxos essenciais. O salmão, embora de custo elevado para muitos bolsos, é uma dessas fontes. Mas se você não sabe, a sardinha, à qual muitos não dão valor, além de saborosa e barata, tem as mesmas propriedades.

17. Verduras e legumes são também indispensáveis para uma dieta saudável. Quem tem quintal pode cultivá-los em pequenas hortas. O meu pai fazia isso. Comi muita couve e alface de sua pequena plantação doméstica. Até dentro de apartamento dá para cultivá-las em pequenos espaços. O problema é que somos "preguiçosos".

18. Minha sugestão é que os pastores ofereçam aos membros cursos de economia doméstica, entre outros, onde tópicos cruciais para o bom uso dos poucos recursos que às vezes dispomos, ajudam as famílias a se proverem do bom alimento com o menor custo possível. É melhor do que campanha  da vitória para emagrecer por milagre!  

19. Por último, a comida exagerada, sem controle e sem o mínimo de cuidado quanto ao que se deve ou não comer também mata!

7 comentários:

Jackson Jacques disse...

Forte isso! E infelizmente ninguém fala sobre esse assunto! E mais, Paulo em Gálatas trata desse assunto e fala que quem pratica a glutonaria não herdara o Reino dos Céus! O que me deixa muito triste é que quando see trata desse assunto os crentes sempre tratam com brincadeiras e banalidade! Desprezando assim a palavra de Deus! Um abração! Deus o abençoe ricamente em Cristo.

Virgínia Nereyda disse...

Excelente postagem! Desde criança ouço falar nas igrejas que a diversão do crente é comer. E muitas vezes, muito mal. Acredito que no cuidado com o nosso corpo, que é templo e morada do Espírito Santo, também cabe o cuidado com a alimentação. Será que não pecamos quando nos empanturramos de alimentos que nos farão adoecer? A má nutrição, aliada à falta de atividade física (esta um tabu nas igrejas, em especial de interior) é uma das principais causas de doença em todo o mundo. Doenças como as cardiovasculares, alguns tipos de cânceres e diabetes tipo 2, são causadas pela má nutrição. A igreja não deveria se alienar da oportunidade de promover o conhecimento de seus membros acerca da influência da má alimentação, de como reduzir gastos realizando o aproveitamento integral dos alimentos, etc.

Dra. Virgínia Nereyda
Nutricionista
Assu/RN

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo "Culinarista" pr. Geremias do Couto,

A paz de Cristo, o nosso Senhor!

O início da sua matéria com esta foto forte, e bem repleta de hamburgeres, me permitiu sentir uma fome repentina.

Após a leitura da sua matéria, me senti, imediatamente culpado, e iniciei um processo de emagrecimento.

Se eu morrer esquelético a culpa será sua e de mais ninguém. Rsss.

Creio que valeu a advertência. Por coincidência santa, acabei de receber uma quantidade de Ômega 3, ou seja Salmão do Chile. Puro milagre que combinará com esta advertência santa, ou uma santa advertência.

Por favor, troque esta foto da matéria, ela dá fome e, é pura covardia com cada estômago ledor, principalmente se for lida um pouco antes do almoço.

O Senhor seja contigo, nobre pastor,

O menor de todos os menores.

Adelia Brunelli disse...

Estava visitando seu blog, e gostaria de saber se vc já conhece o FaceCristão????? www.facecristao.com.br
É uma ferramenta para divulgarmos os trabalhos das nossas igrejas e evangelizar o mundo.
Deus te abençoe e te guarde.

Herlon Charles V. Carvalho disse...

A paz do Senhor meu amado pastor, estava apreciando seu blog e como sempre extraíndo lições para o nosso crescimento, quanto me bateu uma saudade do senhor, bem verdade que estivemos tão pouco tempo juntos, mas confesso que foram momentos saudáveis e de muita alegria no Espírito Santo. Quero mais uma vez agradecer a Deus por sua instrumentalidade em nossa Escola Bíblica, onde a mensagem dada por Deus ao senhor a nossa Igreja continua viva em nossos corações. Deus continue o abençoando.

Pastor Geremias Couto disse...

Meu caro Herlon Charles:

O irmão não imagina como o seu comentário me fez bem!

Não por referir-se ao período em que ministrei em Vila Isabel, mas pelo companheirismo, pela amizade, pela saudade e pelo desejo de expressar isso em seu comentário.

Saiba que essas palavras vieram como bálsamo ao meu coração!

Abraços em Cristo!

Márcio Cruz disse...

Paz do Senhor, Pr. Geremias.

Não há nada melhor para o homem do que comer e beber, e fazer que a sua alma goze do bem do seu trabalho. Vi que também isso vem da mão de Deus - Ecl 2.24

E como diz o ditado: TUDO EM EXCESSO É PREJUDICIAL.

Comer é bom? Claro.
Mas, como dizem os nutricionistas, tem que ser um prato bem colorido. O corpo agradece.

Na Paz,

Márcio Cruz