sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Silas Malafaia representa bem os evangélicos no debate do Ratinho


Não discuto as questões períféricas ao debate entre Silas Malafaia e a ex-deputada federal Yara Bernardi, autora do projeto de lei 122/06, no programa do Ratinho. Apenas o fato de que ele mostrou de forma cabal as inconsistências dos argumentos de quem defende a aprovação desse monstro (i) legal.

Creio, por outro lado, que seria exigir demais de Silas Malafaia que ele se comportasse de outra forma, tipo um "Russel Shedd", por exemplo. Quem o conhece de longe sabe que esse sempre foi o seu estilo e temperamento, "para o bem ou para o mal".

Em outras palavras, quem quiser debater com Silas Malafaia em qualquer tema e em qualquer arena, do Ratinho ao Canal Livre, não espere que ele venha com aquela linguagem formal, impostada, pausada. Essa não é a sua natureza, ainda que possa fazer um esforço para controlá-la. Mas este será sempre o Silas em qualquer situação. Assim, qualquer um que se lhe oponha no campo do debate oral precisa estar bem preparado, ter boa presença de espírito, capacidade de argumentação, "nervos de aço" (para usar uma expressão recente de José Serra) ou "gelo nas veias" (para usar outra mais recente ainda de Ciro Gomes).

Todavia, não resta a menor dúvida que Silas Malafaia representou bem os evangélicos no debate e disse o que todos queríamos dizer.

28 comentários:

Alessandro disse...

Realmente,analizando friamente o Silas se saiu muito bem e aproveitou um espaço "precioso" digo precioso pela abrangência do público que é destinado o programa(não entrando no mérito propriamente dito do programa)mas é inegável que o Silas conseguiu em um pouco espaço de tempo avizar ao Brasil sobre o que trata essa Pl,tenho lido algumas críticas tecidas ao Silas com relação ao debate,creio que os que o fazem estão mais julgando o Silas pessoalmente do que analizando objetivamente o debate.

JOSÉ GONÇALVES disse...

Condordo com seus comentários, que como sempre são bem ponderados. Também vi o debate e fiquei feliz porque naquele momento Silas era a nossa voz na TV!
Mais uma vez parabéns pelo seu blog e pelos belíssimos pensamentos no Twitter!

Grato
Pr José Gonçalves
autor de Por que Caem os Valentes?
www.prjosegoncalves.blogspot.com

Gernandes disse...

Caro Pr. Geremias do Couto, a paz de Cristo.

O Pr. Silas Malafaia tem os seus defeitos como qualquer cristão, mas não é por isso que não devemos elogiar o bom desempenho do Pr. mencionado. Ora,somos ensinados pelas Sagradas Escrituras a reter o que é bom. Entre uma pregação triunfalista e outra, o debate foi um oásis.

Obviamente, o Pr. Silas Malafaia é a voz cristã no meio evangélico que mais combateu a Pl 122/06. Também é oportuno mencionar o trabalho do Julio Severo. Ao Senhor a honra!

Em
Cristo

Evangelização disse...

Concordo.
E não é a primeira vez que ele faz isso. Lembro de uma participação dele no programa Canal Livre da Band, onde representou muito bem aquilo que pensamos.

Luis

Pastor Geremias Couto disse...

Caros Alessandro:

Creio aue você resumiu muito bem a questão. Os que criticam o pastor Silas Malafaia neste episódio certamente o fazem por razões pessoais, pois se existe algo consensual (entendam, por favor, esta expressão em seu sentido representativo) entre nós, evangélicos, é a repulsa a esse famigerado projeto por tratar-se de uma mordaça contra a liberdade de expressão. O pastor Silas de maneira bem articulada e consistente apenas vocalizou essa posição. Cabe, portanto, o nosso reconhecimento.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor José Gonçalves:

Que alegria revê-lo por aqui. Tinha perdido contato com o seu blog, mas já o achei de novo e tornei-me outra vez seguidor.

Concordo plenamente com o irmão: o pastor Silas Malafaia, neste episódio, foi a nossa voz na TV.

Ah, os pensamentos... Muito obrigado por lê-los. São de fato nascidos no coração e fruto de minhas meditações diárias.

Abraços!

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Gernandes:

A menção do Julio Severo é justíssima. Ele foi uma das primeiras vozes (senão a primeira) na blogosfera a levantar a voz contra o PLC 122/06. Outros lhe seguiram, inclusive eu, e sem dúvida formou-se uma grande corrente, que veio, depois, incluir o pastor Silas Malafaia nesta aguerrida campanha contra a aprovação da lei.

Fica aqui o registro.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Luis:

Também me lembro dessa participação do pastor Silas no Canal Livre. Este foi outro momento em que também honrou os evangélicos do país.

Creio que devemos orar muito em seu favor para que Deus o guarde e o sustente, pois quanto mais nos achegamos na luta contra o trono do inimigo, mas ele lança as sua flechas para nos atingir.

Estejamos vigilantes!

Joabe disse...

Pastor Geremias,

A paz do SENHOR.

Mais um artigo em que concordo plenamente com o senhor.

Gostei do desempenho do Pastor Silas Malafaia no programa do Ratinho assim como no programa Canal Livre há alguns anos. Esperei há muito tempo, a oportunidade de um pastor evangélico ter a oportunidade na mídia de poder debater e expor de forma clara e persuasiva o pensamento cristão em temas polêmicos. Lamentava, quando se convidava “pastores” que ninguém sabia de onde era, se tinham formação, e que não sabiam defender de forma contundente o pensamento evangélico. Não estou com isso discriminando ministros simples, mas enfatizo que Deus dá ministérios específicos a seus servos. E creio que este seja uns dos ministérios do Pastor Silas.

Assim como o senhor, entendo que devemos orar muito em seu favor para que Deus o guarde, pois quanto mais nos empreendemos na luta contra o inimigo, mais ele fica furioso e lança as sua setas para nos atingir. Oro para que Deus continue dando sabedoria e capacidade a seu servo, assim como percepção e entendimento para ele saber até que ponto se relacionar com os neopentecostais. Talvez, ele interprete erradamente as criticas e a falta de apoio dos pastores mais conservadores. Por isso intercedo, para que se levantem mais pastores, assim como o senhor, que saibam ter convicções sólidas, mas que sabem se relacionar com outros.


Joabe

adriel veira disse...

queridos precisamos aprender a deixar o partidarismo e a politicagem de lado. O Senhor deu ao pr Silas a evidencia e a coragem para se expor. respeitemos isto. um abraço

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Adriel:

Não entendi o seu comentário. Se você reler a postagem e os comentários perceberá que estamos reconhecendo, merecidamente, o papel que o pastor Silas desempenhou nesse episódio e, consequentemente, em outros do mesmo nível.

Isso não quer dizer, todavia, que tenhamos de concordar com o pastor Silas Malafaia em tudo. Mundo ruim seria este se não houvesse o embate de ideias.

Portanto, o seu comentário é inoportuno quanto a postura deste blog no caso em tela.

Deus lhe abençoe.

Pr Alessandro Garcia disse...

Parabéns, excelente a sua publicação acerca do assunto e do reconhecimento acerca do debate em pauta e do próprio Pr Silas Malafáia. Digo isto, porque quando alguns têm seus motivos justos para criticá-lo, fazem-no sem medir palavras e gracejos, mas quando é para elogiar se calam. Não admitem que "alguma coisa boa possa vir de Nazaré".
Quando for para criticar as ideia e comportamento de quem quer que seja, devemos fazer, mas quando for para reconhecer e admirar, não tenhamos medo de nos pronunciar.
Que este blog continue mantendo o princípio da imparcialidade para o bem comum do Reino de Deus.
Quanto ao debate, oremos para que outras oportunidades sejam concedidas não apenas ao Pr Silas, mas a outros servos de Deus e que haja mais tempo para expor os argumentos

Anônimo disse...

Parabéns pela sua postagem, isso só confirma sua coerencia.

bye: Ailton Leal

Anônimo disse...

Bem como a postagem da Dake ficou lá prá loongeee, venho aqui mesmo neste espaço que o senhor designou para o pr. Silas, por sinal muito justo. Brilhante sua atuação ao criar este artigo!

Mas eu queria memso é falar sobre um assunto muito mais polemico ainda não resolvido sobre CGADB?DAKE e afins.

Com certeza o senhor deve estar sabendo que o Conselho de Doutrina se reuniu em Campinas novamente.

E o que eles decidiram? mudaram de ideia com relação a Dake?
ou estão com a lei da mordaça e proibidos de falar sobre o assunto?

O senhor tbm está proibido ou convencido a não falar sobre tal reunião e o que eles decidiram lá? é a lei da moaçonaria agora?

Por favor, não me onterprete mal, pois estou mui interesado no assunto.

um grande abraço.
seu admirador
Jorge Bezerra.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Geremias do Couto,

A paz do Senhor!

Não poderia deixar de lado, e muito menos, deixar de escrever esta postagem com os meus parabéns ao pastor Silas Malafaia, e a sua vibrante defesa ao projeto de lei, que destroçará a muitos entusiastas que correm à provocação interesseira à sua aprovação e que diante de Deus, se ausentaram da moral e da defesa correta à Família.

Este comentário, não é objeto de contrariar o que não concordo, e ocorreu com os pedidos infâmes dos 900 REAIS através do Dr. Morris Cerullo, em seu programa de TV, que me entristece até hoje, bem como, a participação do Dr. Mike Murdock, com suas mensagens ao telefone, através de uma máquina com gravações espirituais, anunciadas em seu site.

Não devemos esconder o que aconteceu de melhor, e muito menos, repito, anunciar o que está desgraçando a vida cristã em enganos violentos em contraste à Palavra de Deus.

O Senhor seja contigo, nobre pastor,

O menor de todos.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Jorge Bezerra:

Creio que a Dake não "ficou lá pra longeee". Por outro lado, tudo quanto se tinha a falar sobre ela nesta fase, contra ou a favor, nos blogs envolvidos, foi feito de maneira exaustiva e precisa. Repisar os mesmos assuntos, neste momento, é "falta de assunto" para outras postagens.

De fato tenho informações que o Conselho de Doutrina e a Comissão de Apologética reuniram-se ontem para voltar a discutir este imbróglio. No entanto, como da outra vez em que ambos os órgãos da CGADB se reuniram, há trâmites que precisam ser cumpridos até que a decisão se torne pública, seja qual for o seu desfecho. Assim, os blogs que se manifestaram anteriormente a respeito (inclusive este), creio eu que farão o mesmo no momento certo.

Deste modo a sua "reclamação" não procede, é injusta com os nossos irmãos que sem dúvida se debruçaram sobre o tema Dake em oração, e faz um julgamento inapropriado e até ofensivo, ao estabelecer o paralelo com a maçonaria, como se qualquer decisão oriunda da reunião já mencionada fosse ficar guardada a sete chaves.

A reunião foi ontem. Vamos aguardar os procedimentos de praxe e o desenrolar dos próximos passos.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Newton Carpinteiro:

Creio que a verdadeira imparcialidade está aí: quando é preciso criticar, critique-se, como temos feito em diferentes episódios, nos limites do respeito pessoal. Todavia, por outro lado, quando é preciso reconhecer, reconheça-se, como fez o irmão em seu blog, e também tive a oportunidade de fazer no meu.

Repito o que disse o pastor José Gonçalves: neste episódio o pastor Silas Malafaia foi a nossa voz na TV.

Abraços e seja sempre bem-vindo!

Matias Borba disse...

Pastor Geremias,
a Paz!

Creio que seu penaamento é o pensamento coerente que deveria ser usado por todos nós que vez por outra usamos a questão da crítica para levar pessoas a Verdade, e aqui neste caso, concordo coms eu texto, o Pr. Silas Malafaia se saiu bem, representou de forma feliz o pensamento cristão.

Quanto a sua forma de ser enquanto se expressa, cada um com seu jeito, as vezes ele me parece meio desequílibrado, mas isso é apenas a forma como ele se expressa, e não o que ele é em si. Creio assim.

Um abraço!

Prof Damasceno disse...

Estimado Pr Geremias do Couto...

Parabéns pela postagem. O senhor conseguir refletir, com simplicidade, o que aconteceu no debate, que considero bastante positivo. O Pr Silas Malafaia foi feliz e pragmático, conseguindo, no meu ponto de vista, exteriorizar o sentimento de nós, evangélicos, com o projeto de lei provocador do debate. Notou-se, também, que a atitude da ex-deputada, ao aventar o projeto, foi com o intuito de privilegiar a classe que se diz vítima da homofobia.
Parabéns!!
Prof Damasceno
www.profdamasceno.blogspot.com

Clóvis disse...

Pr. Geremias,

Realmente, há muita coisa a se discordar com o Pr. Silas e tantos outros que enveredaram pela teologia da prosperidade.

Mas seríamos omissos se quando ele acerta, e é o caso aqui, nos calássemos. Por isso também endosso as suas palavras e me senti bem representado.

Em Cristo,

Clóvis
Quinto Calvinista e Editor do Cinco Solas

Philadelfia - Evangelismo e Louvor disse...

Paz, Pr. Geremias!

Concordo com o senhor. Na minha humilde análise, acho que o Pastor Silas saiu-se bem. Quando ao seu "jeito de falar e se comportar", muito se parece com o próprio Ratinho.

Lamentavelmente o tempo disponível nesses programas é bastante suscinto, não oportunizando um melhor esclarecimento e debate das idéias.

De qq forma, ele reprensentou muito bem os evangélicos ante essa questão-PL122/2006.

Pr. Luiz Fernando disse...

Prezado colega Pr. Geremias,
embora não tenha apresentado argumentos novos ao debate, Maalafaia foi muito bem. Alguns criticaram que o forum não foi o ideal, mas para alcançar as classes C e D nada melhor do que um meio de comunicação que atinge tais classes, já que teoricamente as classes A e B não assitem o Ratinho. Parabéns pela postagem
Um abraço

adriel vieira disse...

caro pr. geremias.
ao verificar mais uma vez os comentarios deste blog não concordo com a palavra "inoportuno" redigido por vossa senhoria . A indicios muito forte que o pr Silas esteja sendo analizado pela mais pela forma do que pelo conteudo, não estou falando da sua postagem mas dos comentarios referentes a ela e mais todas as vezes que o rev. silas se manisfeta pela cristandade evangelica ele o faz muito bem. saudações e Cristo

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Adriel:

Quando mencionei "inoportuno" foi porque o prezado deu a entender que os comentários aqui estariam demonstrando certo partidarismo crítico ao pastor Silas Malafaia.

Mas, ao contrário disso, todos foram unânimes em reconhecer o seu bom desempenho no debate como a nossa voz naquela hora, embora sem abrir mão de criticá-lo ou dele divergir em outras circunstâncias. O que é um direito de cada um se o faz nos limites do respeito pessoal.

Neste tema - o debate - não houve partidarismo, pelo menos neste blog. Mas é também seu direito discordar.

Abraços!

Valdeci do Carmo disse...

Graça e paz!!!Pastor Geremias, realmente o Pr. Silas Malafaia representa bem os evangélicos em questão de abrangência maior. Esse é o diferencial de se esta´na Mídia, a oportunidade aparece. Louvo a atitude sempre sensata e coerente de debater os assuntos com firmeza e convições pautadas na Bíblia. Um homem tão sensato como ele, como pode entrar pelo caminho da prosperidade e vitoria financeira? Louvemos a Deus por termos alguém que solte a voz contra leis ímpias que visam prejudicar as igrejas.

adriel vieira disse...

prezado pr. geremias
desculpe se dei a intender alguma agressividade no meu comentario. parabens pela sua fidalguia e cavalherismo.
saudações em cristo

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Adriel:

Perfeitamente compreendido. Venha outras vezes.

Abraços!

pr flavio mathias disse...

a paz do senhor pr silas tem se mostrado não so uma voz para nos mais tambem para toda a familia brasileira