quinta-feira, 8 de maio de 2008

Derrota esmagadora para os militantes pró-aborto no Brasil

Comissão legislativa derrota, em votação unânime, a descriminalização do aborto

Matthew Cullinan Hoffman

Traduzido e adaptado por Julio Severo


BRASÍLIA, 8 de maio de 2008 (LifeSiteNews.com) — Numa vitória impressionante para o movimento pró-vida na América Latina, a Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados do Brasil rejeitou unanimemente uma lei que descriminalizaria o aborto. Os militantes pró-aborto vinham lutando em prol dessa lei desde 1991.


Os dois deputados pró-aborto da comissão se retiraram em protesto sem votar, deixando os deputados restantes rejeitarem a legislação por 33 a 0.


Os membros da comissão se abraçaram em lágrimas enquanto os militantes pró-aborto na audiência gritavam palavras pesadas contra eles e contra a Igreja Católica, que este ano iniciou uma campanha intensa para proteger o direito à vida.


A campanha, junto com importantes iniciativas dos evangélicos, resultou num aumento dramático no sentimento pró-vida no Brasil. Uma recente pesquisa de opinião pública revelou que 68% dos brasileiros agora se opõem à liberalização do aborto. No ano passado, eram 63%.
A legislação, que é conhecida como PL 1135/91, será em seguida considerada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, onde a expectativa é de que será rejeitada. O texto elimina penalidades criminais para o aborto. Outros projetos de lei que descriminalizam o aborto também estão em andamento no Congresso Nacional.


O voto representou uma derrota esmagadora para os militantes pró-aborto no Brasil, e em particular para o Ministro da Saúde de Lula, José Gomes Temporão. Temporão vem buscando desviar a atenção da questão dos direitos humanos do feto ao redirecionar o debate como questão de "saúde pública" devido aos perigos que ele alega estão associados aos abortos ilegais.
Aparentemente sentindo sua derrota inevitável, Temporão não testificou diante da comissão e em vez disso enviou representantes. Ele usou linguagem diplomática para denunciar a decisão, afirmando que a atual abordagem legal para com o aborto não foi realista e resultaria em "fracasso".


Transcrito do blog de Julio Severo: www.juliosevero.com

PS. Estive ontem em Brasília e acompanhei a votação na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados. Foi uma vitória esmagadora e retumbante. Provavelmente o ministro Temporão não tenha comparecido porque o relator do projeto, deputado Jorge Tadeu, desmontou um a um os seus frágeis argumentos. Para não serem massacrados, os deputados defensores do aborto preferiram retirar-se do plenário.

Como valem as orações e o esforço de todos! Mas a luta não terminou. Outros projetos, com certeza, estão a caminho e, agora, a nossa batalha é no Senado para evitar a aprovação do projeto de lei anti-homofóbico que pretende amordaçar os crentes em sua liberdade de pregar contra a prática homossexual.

É também no STF, onde brevemente vão deliberar se é inconstitucional ou não o artigo da lei de biossegurança, já aprovada, que libera a pesquisa com células-tronco embrionárias.

Continuemos atentos, atuantes e em oração!

16 comentários:

Anchieta Campos disse...

Não há para onde correr: se o bom senso ético, jurídico, biológico e sociológico forem levados a sério, nunca o aborto será descriminalizado, nem a lei da homofobia será aprovada, muito menos as pesquisas com células-tronco embrionárias serão aceitas.

Parabéns nobre pastor Geremias do Couto, pela atenção e cuidado com o qual o nobre vem tratando estes assuntos de extrema importância para nós evangélicos.

Deus o abençoe grandemente sempre. Em nome de Jesus.

Abraços fraternos.

Anchieta Campos

Sóstenis Moura disse...

O fato é que mais cedo ou mais tarde a pressão será muito grande, mesmo dentro das igrejas evangélicas. Não é preciso ser vidente, nem por demais pessimista, mas do jeito que as cousas andam...
Devemos, então, nos esforçar mais para ensinar a Palavra de Deus, e buscar uma boa conscientização da igreja. Utilizando os meios que dispomos: televisão, rádio, blogs, etc. para educar e fortalecer os crentes, e converter os afastados do Caminho da Salvação.
Discutindo assuntos sérios de maneira séria, e sem alimentar revoltas e divisões, nem muito menos o enfraquecimento da Palavra de Deus e da Noiva de Cristo. É uma dura tarefa!

Sóstenis Moura
www.embaixadoressiao.blogspot.com

Marcelo Hagah disse...

Que glória! Que bênção!

Também não desgrudo dos parlamentares. Sempre estou ligado nos sites da Câmara e do Senado, e sempre me comunicando com os parlamentares. Perdi essa votação, mas foi maravilhoso ver a mão de Deus.
A mensagem do Júlio Severo e sua republicação no seu blog é muito alvissareira, muito alegre, é boas novas para nossos ouvidos cristãos.

Deus o abençoe, pastor.

Marcelo Hagah
João Pessoa-PB

Vitor Hugo da Silva disse...

Esta notícia realmente foi muito boa! Porém: "Continuemos atentos, atuantes e em oração!".

Abraços

Vitor Hugo

Eliseu Antonio Gomes disse...

Amado

Eu me senti duplamente feliz com o desfecho dessa assunto. Por quê? Porque sou eleitor do Deputado Jorge Tadeu Mudalen. Por duas vezes, já. A primeira ao cargo de vereador pela cidade de São Paulo e a segunda na atual gestão em que ele está.

Abraço.

Eliseu
http://belverede.blogspot.com/

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Pr. Geremias!
É gratificante sabermos que os protestos do povo de Deus estão surtindo efeito.
Como disse o amigo Vítor Hugo, continumos atentos e em oração, acompanhando de perto as próximas batalhas dessa guerra!
Parabéns pela luta do seu blog nessas causas de suma importância.

Abraços!
Pr. Carlos

Gutierres Siqueira, 19 anos disse...

Glórias sejam dadas a Deus por mais uma derrota do liberalismo politicamente “correto”, moralmente relativista e aparentemente piedoso, mas é a clara demonstração da miséria humana, que quer aprovar a matança dos inocentes.
Que cada cristão desse país, possa analisar em quem votará nas eleições que está se aproximando e cobrar de nossos representantes uma posição firme diante desses assuntos.

Gutierres Siqueira
www.teologiapentecostal.blospot.com

Gutierres Siqueira, 19 anos disse...

Glórias sejam dadas a Deus por mais uma derrota do liberalismo politicamente “correto”, moralmente relativista e aparentemente piedoso, mas é a clara demonstração da miséria humana, que quer aprovar a matança dos inocentes.
Que cada cristão desse país, possa analisar em quem votará nas eleições que está se aproximando e cobrar de nossos representantes uma posição firme diante desses assuntos.

Gutierres Siqueira
www.teologiapentecostal.blospot.com

Jackislandy e Silmara disse...

Nosso país está de parabéns pela retomada de posições firmes em relação a defesa da vida. Esta é um inviolável dom estabelecido somente por Deus. Excelente matéria! Pois mostra a preocupação constante para com as iniciativas sociais e religiosas em fazer frente aos possíveis interesses políticos contrários à vida e à Sagrada Escritura. Temos, de fato, que vigiar e orar constante e intensamente para honrarmos a verdade custe o que custar. Amém. Glória a Deus!

Sidnei Moura disse...

Pr. Geremias,

Sou um visitante constante de seu blog, e admirador de seu senso apologético em relação aos fatos da pós-modernidade, e de sua firmeza em avaliar situação de oposição a atual gestão da CGADB por parte daqueles que propôem um mudança irresponsável ao modelo iniciado pelos pioneiros.

Estou adicionando o endereço deste seu blog à minha lista de links recomendados em meu humilde blog.

Abraço fraterno, e que a Paz de Jesus continue sobre sua vida!

Sidnei Moura
www.sidneiemoura.blogspot.com

Zwinglio Rodrigues disse...

Caro colega Pr. Couto, paz.

Uma vitória, é sempre um grande acontecimento que deve ser saboreado à guisa do humor dos derrotados.

Todavia, é bom trazermos à memória que a guerra continua - realidade a respeito da qual o irmão não se esqueceu nessa sua postagem.

Semana passada, no mesmo nível que nós, os defensores da vida, aqueles que secundarizam a mesma em nome dela, foram brindados com a aprovação da pesquisa com células-tronco embrionárias.

O STF, segundo alguns, fazendo com que o direito vencesse e não o lado da razão ou da fé, aprovou esse outro instrumento de morte e desprezo para com a vida.

Até penso que o STF fez o trabalho dele corretamente...

Mas, o que eu quero com esse comentário aqui, na realidade, é trasncrever o que disse o sr. André Petry em sua coluna na Revista Veja sobre a aprovação das pesquisas com células-tronco embrionárias.

Ele escreveu:

"Se podemos pesquisar embriões, que são uma forma de vida, mais tarde talvez possamos autorizar o aborto ou a eutanásia. Ou popularizar a pílula do dia seguinte, ou legalizar o casamento gay." [1]

Veja que muito embora eles tenham sofrido um revés em relação ao aborto, o "lobe" continua a todo vapor para que essa desgraça social, fruto da depravação humana, ganhe caráter legal.

Para piorar as coisas, como já é sabido por todo crente bem informado, a tal da Record -dona de RECORD(es) da blasfêmia e dona de um caráter digno do "abominável da desolação"- hoje, dia 02 de junho de 2008, veículou de maneira insistentemente, o tal do direito da mulher em fazer o que quiser com o seu corpo (uma apologia ao aborto) como vem fazendo sistematicamente.

A coisa é seria e desafiadora.

Precisamos continuar firmes no anúncio do Evagelho e na denúncia do pecado até que Cristo volte.

Caso contrário, os nossos filhos e netos irão pagar taxas altíssimas por causa de qualquer tipo de omissão da nossa parte.

Obrigado pela atenção.

[1] Revista Veja, 4 de junho, 2008, p. 63.

Zwinglio Rodrigues disse...

Leia-se "lobby" onde está "lobe" e "ciência" onde está "razão".

Geziel Silva Costa disse...

A Paz Pr Jeremias
Precisamos estar alerta, e não se calar, nunca se acostumar, mas sempre protestar contra esse tipo de promiscuidade. Os humanos, se adaptam muito rápido com o meio, e logo se acostuma com as coisas ao seu redor. Estamos cercados pela violência, mas não nos assombramos mais com ela, todos os dias acontecem acidentes no trânsito, mas as pessoas dizem que é normal, virou rotina os acidentes. Quanto a esses e outros assuntos, sempre temos que repudiar, nunca se calar, mas trazer respostas claras e bíblicas para todas as pessoas que desejam conhecer e fazer a vontade de Deus num mundo cada vez mais corrompido.
Excelente matéria. Se quiser fazer parceria, estou adicionando seu link ao meu blog.

Abraços
Geziel

Maya disse...

Sou contra o aborto, luto pela vida, pela dignidade humana. É incoerente saber que a maioria das pessoas que defende o aborto é a favor da pena de morte. Não é só incoerente, aliás, é de uma estupidez ímpar. Sou contra a pena de morte, também. Só Deus dá a vida, só Ele pode tirá-la.

Karen Keslen (Ka_Smitty) disse...

Maior é Aquele que está em nós do que o que está no mundo. Vitória do povo de Deus \o/

Cristiano Santana disse...

Prezado Pastor.

Em meus estudos de filosofia tenho me dedicado à leitura do filósofo alemão Hegel. Por pouco fui convencido por ele no que diz respeito à sua visão da filosofia da história.

Em certo momento, o filósofo afirma que a História do mundo pode ser resumida como o esforço do Espírito (Deus) para o conhecimento de que é em si mesmo.

Esse filósofo de certa forma sugere que há uma EVOLUÇÃO dos Estados, sobretudo no conceito da liberdade.

Não vejo EVOLUÇÃO no mundo. Vejo REGRESSO, DEGENERAÇÃO, INVOLUÇÃO. Vejo uma certa "entropia social".

Parece que quanto mais um estado avança tecnologica, financeira e socialmente, mas retrocede moralmente.

Nos países mais civilizados, por exemplo, Holanda, é onde se encontra o quadro mais aterrador da degeneração humana. Praças públicas para consumo de drogas, legalização da eutanásia, legalização do aberto, casamento de gays, legalização do aborto, etc.

Vamos orar para que essa onda maligna de desrepeito aos direitos mais fundamentais do ser humano não chegem ao Brasil

Cristiano Santana
http://cristisantana.blogspot.com