terça-feira, 21 de agosto de 2007

Enquete: 87% são contra a aprovação da lei anti-homofóbica

Embora a enquete lançada por este blog, com votação encerrada ontem, não tenha caráter científico, 87% dos votos foram contrários a aprovação do projeto de lei 122/2006, em tramitação no Senado, que cria sérias restrições legais, como já vimos, a quem discorde da homossexualidade e manifeste publicamente a sua discordância. Por essa simples amostragem, acredito que os legisladores estarão votando contra a maioria esmagadora da população brasileira, caso insistam em aprovar tamanha barbaridade.

A esses que manifestaram sua opinião representando milhares de outras pessoas, informo que continuaremos vigilantes ao que está acontecendo no âmbito das duas casas do Congresso Nacional para dar aqui qualquer nova notícia a respeito do que está sendo legislado sobre o tema. E em respeito aos que votaram dizendo desconhecer o teor do projeto, deixo aqui o link do texto aprovado na Câmara e que se encontra, agora, tramitando no Senado:

http://www.camara.gov.br/sileg/integras/429491.pdf

11 comentários:

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Olá Pastor Geremias!
A Paz do Senhor!
Sei das suas muitas ocupações,mas já estava com saudade dos seus textos.
A propósito do assunto em tela, veja como a diminuição da bancada evangélica na Câmara dos Deputados está sendo prejudicial.
Não quero de maneira alguma justificar atitude errada de quem quer que seja, mas todo o "embrólio" dos "sanguessugas", para que serviu?
Até agora, de fato ninguém foi condenado.
Os ímpios, muito embora manchados, voltaram ao legislativo absolvidos pelo voto popular, afinal para eles isso não quer dizer absolutamente nada, senão vejamos o que está acontecendo com o Presidente da mais alta corte de leis da nação.
Quanto aos evangélicos, foram severamente punidos pelo nosso povo.
Quanto a isso também vejo com naturalidade, pois fomos chamados realmente para agir como sal da terra e luz do mundo.
Acredito no entanto que, erramos apenas em não agirmos a tempo, substituindo os nomes para que não ficássemos vulneráveis em termos de representatividade, como me parece estar acontecendo.
Enfim, precisamos aprender e tirar lições de situações adversas.
Parabéns pelo trabalho e também pelas lições do quarto trimestre da nossa querida CPAD.

ALTAIR GERMANO disse...

Paz do Senhor amado Pr. Geremias.

Enviei um e-mail para um amigo em Brasília, para que possa me deixar a par de articulações sobre o tema aqui postado.

Penso que o Senhor deve ter também alguns contatos. É imprescindível que nossos deputados e senadores nos deixem informados sobre os fatos, para que alertemos a sociedade.

Um abraço!

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

A paz do Senhor!
Parabéns pelo trabalho de alerta do seu blog contra a lei de homofobia. Isso certamente ajuda, assim como Júlio Severo, a envolver os cristãos nesse luta.
Eu sei que o irmão é muito ocupado, mas quero sugerir textos complementares no seu blog sobre a revista do próximo trimestre. Parababéns por mais esse trabalho. Lembro que a sua última revista(E agora, como vivemos?)foi de grande ajuda para despertar a minha atenção sobre o assunto de cosmovisão cristã!

Um abraço!

Gutierres Siqueira
www.teologiapentecostal.blogspot.com

wellblog disse...

Olá Pr. Geremias

Fiquei feliz ao tomar conhecimento de seu blog, e parabenizo pelo empenho e pela divulgação das manobras que estão sendo feitas pelos gupos pró-homossexualismo em detrimento da liberdade religiosa. É necessário a mobilização de todos os cristãos em defesa da família e dos princípios éticos.
Sou evangélico e também tenho um blog onde procuro esclarecer sobre este movimento altamente influente e repressivo, em que se transformou o movimento gay. Com certeza um dos principais "motores" deste movimento é a ideologia comunista/socialista que prega o aborto, a liberalização das drogas e o homossexualismo com o objetivo de enfraquecer e controlar os destinos da sociedade através de sua "mente revolucionária". Meu blog é wellblog-observador.blogspot.com, e ficarei imensamente feliz por um comentário ou opinião de sua parte.

Paz e graça em Jesus Cristo,

Wellington Leal

Pastor Geremias do Couto disse...

Caro pastor Carlos Roberto:

Infelizmente, como você mencionou, o episódio conhecido como "sanguessuga" trouxe enorme prejuízo à eleição dos parlamentares evangélicos.

No caso das Assembléias de Deus, queríamos à época substituir os nomes citados, mas essa era uma questão que dependia das convenções estaduais. Só elas tinham autonomia para indicar outros nomes. Se o fizessem, as apoiaríamos.

Além disso, nós, do Conselho, tínhamos de agir com prudência, pois à luz do direito enquanto não há trânsito em julgado cabe a presunção de inocência.

O resultado de tudo é o que você bem explicitou em seu post. Reduziu-se o número de parlamentares evangélicos na Câmara dos Deputados.

Espero que as lições do episódio sejam apreendidas por todos nós.

Um abraço.

Pastor Geremias do Couto disse...

Caros Altair, Gutierres e Wellington:

Precisamos, de fato, manter a vigilância e acompanhar os deputados evangélicos em Brasília, embora sejam poucos, exigindo-lhes que nos deixem informados de tudo o que anda acontecendo por lá.

Ao Gutierres informo que vou postar aqui o artigo publicado na revista "Ensinador Cristão" tratando do tema da revista Lições Bíblicas do quarto trimestre.

Um abraço.

Pastor César Moisés disse...

Caro Pastor Geremias do Couto

Este último post - e sua atuação - me fez lembrar de um famoso epigrama muito utilizado na década de 80 - inclusive no MP -que á época contava com o senhor:
"O PREÇO DA NOSSA LIBERDADE É A ETERNA VIGILÃNCIA".

Um abraço

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Olá Pastor Geremias!
A paz do Senhor!
Obrigado pelo seu comentário, no entanto, quero esclarecer que, acompanhei de perto a quase agonia do Conselho Nacional de Política no episódio das "sanguessugas".
Qualquer que fosse a posição tomada naquele momento, as críticas seriam duras.
As convenções estaduais, em virtude da exiguidade do tempo, também não tinham muito o que fazer, pois não era posível a mudança de candidatos, muito menos a sua divulgação.
Enquanto isso acontecia, a mídia massacrava pesado os supostamente envolvidos.
Hoje, com os resultados negativos que tivemos, possivelmente todos tenhamos aprendido, inclusive os nossos representantes pois a Bíblia diz: "Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e são chamados pelo seu decreto".
Quanto aos nossos futuros representantes,quero repetir a apropriada citação do Pastor César Moisés no comentário anterior: "O PREÇO DA NOSA LIBERDADE É A ETERNA VIGILÃNCIA", afinal de contas, nem tudo que convém aos outros, convém a nós e a própria Bíblia orienta que a nossa Justiça deve exceder a dos fariseus.
Por esse motivo sempre pagamos um preço mais alto.
Mais uma vez Parabéns pelo seu trabalho!
Um grande abraço!

Silas Daniel disse...

Caro pastor e amigo Geremias,

Parabenizo-o pela importância e dedicação que tem dado a esses e outros temas de nossa época. Aproveitando o "gancho" do pastor César Moisés, quero destacar que a igreja precisa de mais "atalaias", mas não só nos púlpitos; também na sociedade. Precisamos de "atalaias" em todas as áreas, "salgando" todas as áreas, e não dando mau testemunho.

Nossa oração é para que a Igreja no Brasil se torne, de alguma forma, a "consciência da nação" (como foi a Igreja na [e não "da"] Inglaterra no século 18), evocando na mente do povo e das autoridades públicas a importância dos valores morais e dos princípios equilibrados de liberdade (sobre as quais a sociedade ocidental foi erigida) para a manutenção da própria sociedade. Se não, esta terminará de se degenerar.

Enquanto Jesus não chega e o "espírito do Anticristo" não toma conta, devemos deter o avanço maior da degeneração, e não se render ou ficar passivos diante dela. Claro que sempre com a ajuda e orientação imprescindíveis do Espírito Santo.

Continuemos nessa luta!

Um abraço!

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Olá Pastor Geremias!
Quero ressaltar o quanto foi importante para mim a frase do Pastor Silas Daniel no comentário anterior:

"Enquanto Jesus não chega e o "espírito do Anticristo" não toma conta, devemos deter o avanço maior da degeneração, e não se render ou ficar passivos diante dela. Claro que sempre com a ajuda e orientação imprescindíveis do Espírito Santo".

Essa deve ser a maneira de nos postarmos e não ficarmos dormindo em berço explêndido (já chega no hino nacional), deixando tudo para Deus.´
A parte de Deus, esta sim, é Dele, mas a nossa é nossa!
Um grande abraço!

Pastor Geremias do Couto disse...

Caros César, Carlos Roberto e Silas Daniel:

Vejo que estamos irmanados no mesmo ideal. Essa alienação da realidade em volta, como se o evangelho apontasse apenas para as realidades espirituais, não é coerente com a idéia de sermos "sal" e "luz" no mundo.

Parafraseando o livro de Josué, temos, ainda, muitíssim terra para possuir!

Abraços.