quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

CGADB: indícios de outro jabuti


Embora a lista com o nome de todos os inscritos para votar nas eleições da CGADB tenha sido publicada no site que cuida do processo - diga-se de passagem, com certo atraso - parece que a falta de transparência ainda perdura na atual gestão da entidade. Informações extraoficiais dão conta que alguns pontos do acordo firmado entre a Mesa Diretora e o pastor Samuel Câmara não teriam sido cumpridos, entre eles a apresentação de todos os documentos para conferência pelas partes, como, por exemplo, os dados do parcelamento das anuidades dos associados inadimplentes com a CGADB, visto que uma das condições para se inscrever era a regularização dos débitos.

Comenta-se que inscrições teriam sido feitas à revelia de muitos pastores, ou seja, sem que estes soubessem que estavam sendo inscritos, com números de telefone, emails e senhas controlados por aqueles que estariam por trás desse tipo de procedimento. A se confirmarem tais hipóteses, a ideia seria ter no dia 9 de abril de 2017 uma estrutura em que uma pessoa pudesse votar no lugar de outros dois ou três inscritos nos nomes indicados por quem teria comandado tais inscrições a eito. Haveria até um email de um associado dando conta de que foi inscrito à revelia.

É profundamente lamentável que outra vez possamos estar prestes a viver os mesmos momentos dolorosos que vivemos nos meses que antecederam a eleição de Brasília, em 2013, e nos meses posteriores, quando quem se sentiu em prejuízo lhe restou a única alternativa de buscar reparar o dano pelas vias judiciais. O acordo celebrado entre as partes parecia ter posto fim às demandas, mas fica a impressão que o único interesse da Mesa Diretora era não pagar os mais de nove milhões de reais de multa para os quais não cabia mais nenhum recurso.

Enquanto o outro jabuti permaneceu na árvore, sem que de lá fosse tirado, parece que mais um jabuti estaria sendo colocado ao lado do outro, em virtude da suposta e insistente falta de transparência da atual gestão. Creio que a Comissão Eleitoral, a quem cabe zelar pela lisura do processo, deveria mergulhar a fundo na auditagem do processo de inscrição, ao lado dos representantes das partes, para sanar qualquer vício que possa ter havido. Pastores que de fato teriam sido inscritos à revelia deveriam verificar se os seus nomes se encontram na lista de inscritos e, se positivo, pedir a impugnação de sua inscrição sob pena de estar contribuindo para uma eleição viciada. Ou podemos estar correndo o risco de voltarmos às barras dos tribunais.

36 comentários:

Anônimo disse...

Realmente, muitos pastores da nossa região tiveram sua inscrição efetuada pelo Belém sem saberem que estavam inscritos

Donizeti Batista disse...

Isto se constitui em uma vergonha repugnantemente, Aqueles que deveriam ser a luz do mundo, estão mergulhados nas trevas da trapaça e da cobiça.
Que Deus nos ajude.

Anônimo disse...

Lamentável!

PR. Marcondes

Elias Rodrigues dos Santos disse...

espero que as eleições ocorram na mais perfeita ordem e transparência, caso contrário não somos dignos de sermos chamados nem sequer de servos. Que haja sabedoria dos responsáveis pelo processo eleitoral e sobretudo prudência, responsabilidade e bom senso.

Anônimo disse...

A CGADB é um sindicato. Como tal é comum isso ocorrer. Não tem nada de cristão. Evangelho é outra coisa...

O que a CGADB valida? Se vocês são participantes e alguns comem na mesa, então não têm moral para falar nada.

Se quiser pregar contra, nao pode comer na mesa, nem de Acabe, Jesabel ou Pilatos.

Causídico do Rei disse...

Disse Jesus que a nossa justiça deveria exceder e muito. Mas me parece que a cada dia a nossa Cgadb perdeu-se por completo o seu real objetivo

Pr. Levi Libarino disse...

Isso se deve ao fato da pressa em se ter eleições online em vez de usar urnas eletrônicas nas capitais. Mas a visão de se tirar vantagens falou mais alto.

amigo sincero disse...

A se confirmar e havendo maracutaia novamente eu pularei fora do barco, vou procurar outra denominação.

Tiago Resende disse...

Difícil acreditar em um processo com lisura e transparência nessa nova eleição de cartas marcadas onde o que realmente interessa é a perpetuação no poder por mais longos 20 ou mais anos afio... Triste realidade desta que é nossa convenção, pois eu também sou assembleiano.

João Laurentino disse...

Mano Gerem ias, não se muda o sistema, restando crítica lo e ser por este engolido, ou criar nova convenção que também terá data de validade, e cumprir o ministério que o Senhor Jesus lhe confiou...Os atuais líderes se mantém onde estão por que tem quem os mantenha lá. Deus te abençoe varão. Admiro e me inspiro em seu ministério

Missionário Roberto Gomes disse...

Fica mais uma vez evidente as "velhas jogadas"da oposição em querer deturpar o sistema operacional das eleições.Esse sistema escolhido é o mais seguro,deixando o processo transparente para ambas as partes. A fala do bloguista nāo revela a imparcialidade com as informāções,mas sim partidarista.

Denilson garcia disse...

Então meu carro amigo, a soberania da maioria dos ministros, expressada através do voto eletrônico já, não pode ser assegurada, o curso da vontade que se quer expressar está totalmente comprometido. O corpo de membros da comissão eleitoral da CGADB têm por dever legal, garantir e certificar a lisura do pleito, visto a relevância das denúncias. Certamente não haverá sentimento maior de frustração dos ministros legalmente e conscientemente inscritos do que o de descobrir fraudes, vícios ou qualquer outro tipo de corrupção, nos expondo diante da sociedade brasileira que já não suporta esse tipo de consulta, ainda mas de uma instituição que deve, por principal fundamento, expressar em tudo a verdade. A comissão eleitoral não pode assumir o risco de assassinar o sonho de milhares de homens de Deus.

Jonas Vieira disse...

Ser transparente e uma questão de caráter cristão e isso eu vejo que está sendo difícil de se encontrar nús dias de hoje no meio do povo cristão,cade o povo escolhido de boas obras,infelismente esse povo está mamando mais as trevas da corrupção do que a luz da verdade,lamentavel,volta Jesus e leva o bocadinho que resta.

Pb. José Roberto da Rocha disse...

E o jabuti Geremias ta de que lado, nestas eleições?. A voz que não se cala, só aparece em épocas de eleições! 2018 vem aí!

união Amigos disse...

Misericódia Deus,destes homens,isto é a velha história de que a igreja esta virando patrimônios de pastores que,não tem mais essa de Deus está separando pr.fulano ou sicrano para conduzir o rebanho,agora e pai pra filho,por acaso Josuél era filho de moisés,ou Timótio filho na carne de Paulo,ou espiritual?

Pr José Carlos da Silva disse...

Pb José Roberto da Rocha, a voz que não se cala aparece em épocas de eleição porque é o momento em que todos deveriam se manifestar, assim como ele faz. Se há denúncias, que haja investigação para que o nome de nossa denominação não seja mais manchada ainda.

Prof Marcos Santos disse...

Amados pastores

Quanto ao processo eleitoral devemos ressaltar que será um grande avanço, se levarmos em conta a facilidade para o eleitor votar usando seu próprio meio de comunicação (notebook, celular ou tablet). No entanto, a lisura do processo de registro dos eleitores está sendo questionado e com razão, se levarmos em conta que nem todos os BRASILEIROS tem acesso a internet de qualidade e nem tampouco a tecnologia de ponta.
É possível que alguém tenha sido registrado a revelia? claro. Quem tem acesso acesso aos registros dos pastores poderia fazer isso com a maior facilidade. Mas o questionamento maior nunca ninguém faz: COMO PODE UMA ÚNICA CONVENÇÃO TER QUASE 12 MIL CONVENCIONAIS REGISTRADOS E CONSEGUIR QUASE 10 MIL INSCRITOS??????
E fora este questionamento vai ainda o maior PARA ONDE VAI TODO O DINHEIRO ARRECADADO NESTAS AGE's E AGO's????? LEMBRANDO QUE QUASE 50% DE INADIPLÊNCIA É FATO COMUM A TODAS AS CONVENÇÕES????
NÃO QUERO SABER DOS JABUTIS, QUERO SABER QUEM ESTÁ PAGANDO POR ELES.

Daladier Lima disse...

Prezado PR. Geremias,

À época eu disse que era uma burrice do Pr. Samuel Câmara fazer o tal acordo, especialmente, se ele tinha as provas. Se ele não tinha não deveria nem ter iniciado, mas... Ouvi comandantes dizerem que se ele desistiu é porque era improcedente. Foi essa a impressão que ficou.

Agora é esperar para ver o jabuti descer da árvore.

Daladier Lima

Jean Lopes disse...

Sinto nojo destas falcatruas!

Jacó Rodrigues Santiago disse...

Estive dando uma conferida na lista no Site da CGADB, de ministros "aptos" a votarem nas próximas eleições, e pude ver nomes de obreiros que já descansam em paz, entre os quais meu pai, um tio (ambos ministros) e outros que já são falecidos. Será que eles vão voltar prá votar, pois estão na lista. Casos como esses levam ao descrédito uma entidade religiosa ou uma organização como a nossa Convenção Geral.

Anônimo disse...

O sinedrio está instaurado

Anônimo disse...

Meu Deus até mortos vão votar!! Vamos orar pelo Pr Samuel ele merece ter a chance dele. Chega dessa roubalheira descaradas

VANAILDO ANTONIO disse...

EU ESTOU ESPERANDO O RESULTADO PARA ENTREGAR MINHA CREDENCIAL, NÃO QUERO SER MAIS MINISTRO DA CGADB.VOU PARA BATISTA SER SIMPLES MEMBRO CHEGA JA TO A 39 ANOS NA AD.

Anônimo disse...

JESUS AMADO,SERÁ QUE LI CERTO? IRMÃOS QUE DESCANSA NO SENHOR,TBM FORAM INSCRITO PRA VOTAR?
FICO IMAGINANDO COMO UM PASTOR COMO O ILUSTRE PASTOR " SEBASTIÃO RODRIGUES( PATRIARCA DAS AD DE DEUS NO BRASIL),ELIENAI CABRAL,TEMOTÉO RAMOS E TANTOS OUTROS HOMENS DE DEUS, PODE FAZER PARTE DESSA TURMA.QUE ESSA FAMILIA DO PASTOR JOSÉ WELLINGTON É POLITIQUEIRA TODOS SABEMOS,MAS FAZER DE TUDO PRA PERPETUAR NO PODER,ISSO É DEMAIS
QUE JESUS TEM MISERICÓRDIA ,DA SUA IGREJA.

Terra de Gigantes disse...

Pr Geremias, isso é uma vergonha! Um absurdo!!
Impressionante como os traços de "Macunaíma" , o herói sem caráter criado por Mário de Andrade que, em muitos casos, simboliza a alma "malandra" do brasileiro teima em não ser transformada pelo Evangelho. Pura Malandragem, e assim como Macunaíma (embora aprontasse todas e mais um pouco) permanecem amados por muitos... É impressionante (ou desesperador...)

Anônimo disse...

Uma dinastia??..

Jacó Rodrigues Santiago disse...

Na verdade ao abrir o site da CGADB por algumas vezes, eu vi a lista de ministros aptos entre aspas, mas na verdade era uma listagem antiga, que ainda não tinha sido atualizada, e por isso, com nome de obreiros já falecidos e outros disciplinados pelos seus respectivos ministérios. Estou aqui dizendo pela verificação de nomes de ministros aqui de minha região onde moro e conheço bem nosso ministério. Porém, não culpo a secretaria da CGADB, até porque o site já postou uma lista atualizada, mas o fato é que a secretaria geral também não tem como controlar as inscrições de seus ministros, sem a ajuda das secretarias dos ministérios locais e convenções regionais. Se morre um ministro ou algum obreiro é excluído, a secretaria local logo deve comunicar a secretaria geral da CGADB para as devidas alterações. Caso isso não ocorra, acontece isso, listas antigas com nomes que não condizem com a realidade. Agradeço a compreensão de todos.

Antonio Santos disse...

Diga-me com quem andas e eu te direi quem es. Quase troquei o jabuti pelo gato. Não conheço muito dos habitos do jabuti mas do gato eu sei como aje. Sempre tem um pulo extra. Desta vez pegamos o gato.

Pastor Geremias Couto disse...

Meu caro irmão e amigo Jacó:

De qualquer maneira é uma falha grave que essa lista desatualizada tenha permanecido por um bom tempo no site, considerando "aptos" a votar ministros falecidos ou mesmo já desligados da CGADB, como o querido irmão mesmo constatou. Isso demonstra falta de sincronia entre a Secretaria-Geral da CGADB e as secretarias das convenções estaduais, contribuindo para que as suspeitas se avolumem. Creio que diante de um processo eleitoral desse porte, que exige toda lisura, tal lista não poderia ter sido publicada sem que todos esses pontos fossem sanados. Se aconteceu com essas pessoas que o irmão conheceu ou conhece, imaginem quantos podem estar na mesma situação? Vale ressaltar que ela - a lists com os "aptos" - só foi retirada depois de sua manifestação no post. Grande abraço!

Anônimo disse...

Só carniça, só notícia ruim e sem provas concretas nesse nesse blogger do Pr Geremias do Couto....Nada muda das midias seculares...mais o que mais me intriga é que isso vem de um pastor que se diz jornalista...mais só posta carniça...coisa que não soma...ele tem vontade se ser um presidente da CGADB, não é possivel...

Pr. Josué Medeiros disse...

Lamentavelmente, ao se veicular esse tipo de notícia ao público, só cabe mesmo aqui, é a famosa frase do Jornalista Boris Casóri... ISTO, É, UMA, VERGONHA!

Anônimo disse...

Carnificina é o que esse atual gestão está fazendo com CGADB,e ainda quer continuar com o folho, votei no PAI mas não voto no FILHO, conheço bem este cidadão e oque ele e capas de fazer!

antonio manoel gomes dos santos disse...

Uma lista de aptos a votar que inclui ministros mortos, pode ser atribuído a uma falha na comunicação, quando as convenções regionais não comunicam a CGADB o falecimento de alguém. Porem, e o critério da inadimplência ? Os mortos estão em dia com as suas anuidades? Alguém está pagando por eles? Pior do que isto é aparecer como inscritos os mesmos mortos. É claro que uma Convenção Regional fez as inscrições e neste caso não se pode atribuir ausência de má-fé pois ela está mais próxima do ministro e deve saber do ocorrido com o seu filiado, ou seja, o evento chamado morte. Outras situações também estão ocorrendo. Ministros que estão inscritos e não sabem, a julgar pelos e-mail inválidos fornecidos no ato da inscrição .Agora, vem uma comissão eleitoral, atropelando a resolução por ela editada e abre prazo para que seja alterada as informações de e-mail e telefones, que possibilitará o recebimento de uma senha para votação, para dar legalidade ás arbitrariedades praticadas. SMJ, vamos ter nas eleições de abril de 2017, alguém votando no lugar de alguém ou de muitos. Só Deus sabe. O pior não é isso. Espera-se que ministros do evangelho sejam homens sérios e honestos.Cumpri a quem foi envolvido sem saber nesta falcatrua, e denunciar, demonstrando que não fizeram parte neste conluio. Mas o que se vê é um silencio sepulcral, uma indiferença, permitindo assim que a iniquidade continue a imperar entre nós. O espírito do erro já opera. Você que está inscrito e não sabe não tire proveito disso. Alguém vai votar em seu lugar. Não seja uma massa de manobra para servir a interesses escusos de uma liderança profana. Pr. Antonio Manoel Gomes dos Santos

Anônimo disse...

O absurdo não está nas manobras, está na eleição em si. Já parou pra pensar: eleição de representantes regionais e nacionais da igreja, que irão dirigir não uma comunidade regional de pessoas, mas uma estrutura pesada de edifícios, rádios e aparelhos burocráticos. É como conduzir um hipopótamo com reumatismo. As pessoas não precisam de mais um Estado para governa-las, a Biblia e Cristo (e, eventualmente, mais algumas autoridades por ele delegadas) nos bastam. A forma de governo eclesiastico e o cuidado com as ovelhas na Assembléia de Deus precisam de uma reforma urgente e profunda. Mas, infelizmente, o monstro se tornou tao gigantesco que seus líderes não são mais capazes de mudar a situação. Legalismo, misticismo e neopentecostalismo são um câncer em estágio avançado na AD. Efeitos de um pastorado e de um evangelismo irresponsáveis que acham que religiosidade é fruto do Espírito. Coitados dos poucos líderes e obreiros fiéis, que tem que lidar com uma miríade de incrédulos batizados e consagrados aos diversos ministérios. E isso vem só piorando na última década. O mundo mudou, pastor Geremias. Tem uma parte da geração atual com diploma universitário,que trabalha 14 horas por dia e quer ser respeitada pela sua identidade, não pelo status. Nada a ver com MisticismLegalismProsperidade. Tem muito cristão assembléiano sério cansado de tanto "eventismo", politicagem,formalismo e intransigência. Gente talentosa, trabalhadora, ordeira e centrada nas Escrituras. Já pensaram que pode ocorrer um êxodo na AD? Que esse povo pode sair em massa da AD? Ass.: H.

Sabino Nascimento disse...

O ideal seria empurrar para baixo do tapete?

FOTOS ESPECIAIS disse...

Bem meus irmãos, conheço algumas histórias de crimes em que alguém praticava o delito, mas a culpa era sempre apontada para a outra parte, será que não houve falcatrua tb pela outra banda, em Brasília encontrei do lado de fora do plenário fumando dizendo ser ministro e que apoiava o outro candidato que não era o PR. José Wellington, conheço a vida do PR. Wellington Júnior assim como de seu Pai nosso atual Presidente e conhecemos sua lisura, transparência e seu testemunho, é muito fácil falar mal ou ser contra, principalmente aqueles que um dia fizeram parte desta administração e enquanto aqui estava não PR Geremias defendia a administração dá CGADB assim como Também dá CPAD e até fez parte de importantes projetos que conheço, bastou sair e dar o lugar a outro de maior competência está administra agora é considerada como um lixo, como pecaminosa e como intolerante, agora é, mas a alguns anos atrás não né, desculpe minha grosseria e meu raciocínio razão, mas vão espernear mas não vai conseguir apagar a uma história que foi construída com trabalho, com lealdade, com sinceridade e sobretudo com o coração nas coisas de Deus, e quando queremos um primor um pensamento não precisamos ocultar nossa identidade como alguns que estão usando nomes fictícios ou anônimo, a palavra de crente não faz curva e não preciso me esconder no anonimato. PR. Ivan Ribeiro Confradesp