sábado, 25 de abril de 2015

CGADB encerra AGO antes do previsto

Credito: Ricardo Costa - JM Notícias
Um dia antes do previsto - na programação estava marcado para o dia 24 - encerrou-se ontem à noite à 42ª Assembleia Geral Ordinária, no Centro de Convenções do Ceará, com culto onde pregou o pastor Genival Bento, de Maceió, AL. A rigor, os trabalhos convencionais ocuparam apenas dois dias - quarta e quinta - já que terça-feira só houve o culto de abertura à noite.

O dia de ontem praticamente girou ao redor da aprovação do Código de Ética e Disciplina, embora tenha sido rejeitado o pedido de filiação à CGADB de uma nova convenção de Pernambuco, formada de pastores desligados da COMADALPE, enquanto no dia anterior foi recebida a COMADELESTE, outra convenção organizada no Estado de Minas Gerais.

As discussões sobre o Código de Ética e Disciplina transcorreram dentro da normalidade, com destaque para o pastor Cláudio Dias, que conseguiu evitar a aprovação de pontos controversos, e o pastor Jônatas Câmara, que todas as vezes em que ocupou o microfone bateu na tecla que as regras deveriam ser aplicadas não só aos convencionais em geral, mas aos membros da Mesa Diretora e demais órgãos da CGADB. Tão logo disponha de cópia do projeto aprovado farei uma análise no blog.

Enquanto durou a AGO, vigiu a liminar que garantiu a entrada do pastor Samuel Câmara nas sessões plenárias, preferindo, todavia, não participar dos debates. A nota triste, para os familiares, amigos e irmãos que ficam, foi a morte do pastor Edson Guimarães, pertencente à COMIEADEPA, no Pará, presidida pelo pastor Gilberto Marques, que sofreu um acidente vascular cerebral ainda no hotel, na manhã de quarta-feira.

Corrigindo uma informação do post anterior, o relatório financeiro da CGADB foi aprovado por três dos cinco membros do Conselho Fiscal. Votaram contra os pastores Geovani Neres e Jediel Lima. Noutro post, mais adiante, manifestarei minhas posições a respeito, com informações mais pormenorizadas.

E assim se foi a 42ª AGO da CGADB. Como será 2017, com uma candidatura extemporânea já ganhando as ruas?

21 comentários:

Pr Joel Ribeiro disse...

É meu pastor o desencanto com a gestão da CGADB tem a cada dia ganhado mais adeptos. Vamos ver no que vai dar isto. Só nos resta conscientemente esperar e aguardar o resultado dos próximos eventos.

Daniel Salazarsantos disse...

quero ak so agradece pelas postagem informativas ,q DEUS abençoe .

Anônimo disse...

CÓDIGO DE ÉTICA ??? E A BÍBLIA ?? E A ORAÇÃO ??? O QUE APRENDEMOS COM NOSSOS ANTEPASSADOS NÃO SERVE MAIS ?? E O SANGUE DE CRISTO ???....... ME DESCULPE A FALTA DE "ÉTICA" MAS VOU POSTAR ANONIMAMENTE..

Edimilson Ribeiro disse...

E Qual foi a Convenção de PE que não foi aceito o seu pedido de filiação a CGADB?

Pastor Geremias Couto disse...

A matéria já diz: pastores que teriam sido desligados da COMADALPE.

Josué Aquino disse...

Pastor Jeremias, tenho pelo senhor profunda admiração, mas confesso que não entendo o que vale a pena comentarmos assuntos discutido nas plenárias das AGOs se tratamos assuntos em assembléia em particular aos convencionais, e no termino das reuniões tudo quanto foi falado e votado fica conhecido e comentado? será que o maior código de ética ainda não continua sendo a bíblia? o que sabemos o que jesus conversava com seus discípulos em particular? mas hoje o que é conversado nas plenárias das convenções no mesmo instante a rua ja sabe, lamento, mas isto é para mim uma contradição estupenda aos nossos princípios e tudo aquilo que temos aprendido e ensinado até mesmo pelo o senhor, um forte abraço a paz do senhor.

Ailton Nascimento disse...

Meu estimado pastor Geremias, sou um dos milhares de pessoas que acompanha seu blog, e tenho um respeito muito grande pela sua pessoa,porém como membro da Assembleia de Deus há quase três décadas e como historiador, não entendo o que eta acontecendo no seio da nossa amada igreja, me refiro a essas constantes luta pelo controle da convenção Geral,a esta divisão dentro da própria igreja,começando por aqueles que deveriam passar para nós um exemplo de unidade entre si,nas igrejas de pequeno porte os nossos pastores ensinam a união citam o salmo 133, porém quando olhamos para as grandes lideranças que são sustentada pela grande de membros, não vejo isso, por favor me esclareça o porque desta disputa pelo poder da convenção Geral das Assembleia no Brasil, será que será por mudança no grau espiritual da igreja, será que será pelo crescimento da nossa igreja, ou será para usufruir da mesma regalia que os que estão no poder usufrui? por favor se possível me responda.

Pastor Geremias Couto disse...

Meu caro pastor Josué aquino:

Creio que uma AGO é privada quanto à participação dos membros filiados à entidade. Mas o que lá acontece é de natureza pública. No caso da CGADB, pode afetar a vida de 80 mil filiados e das igrejas em que são pastores. Não é justo que fiquem se informação. Acredito, também, que os membros devem saber o que se passa com os seus líderes, quando se reúnem. Sou a favor da transparência. Ademais, mesmo que não se noticie, um comenta com o outro, que comenta com um amigo e, dessa forma, as notícias se espalham muitas vezes distorcidas. Prefiro a opção de informar.

Aliás, amo a Bíblia é uma das coisas que aprecio nela é que não esconde os acertos e os erros de ninguém. Se sabemos sobre as "conversas particulares" de Jesus com os seus discípulos isso se deve ao fato de que alguns escritores sagrados entenderam ser importante registrá-las para o nosso conhecimento.

Quanto a Código de Ética e Disciplina, dei apenas a informação, sem entrar no mérito, o que pretendo fazer em breve.

É assim que penso, meu querido irmão!

Abraços!

Anônimo disse...

Sempre parcial em seus textos, muito embora, tente a todo custo, dizer que não.

Pr. Ricardo Santos

jerfeson renato disse...

Pastor queria que o senhor escrevesse um post sobre a situação da AD em São Cristóvão no RJ. Li em um blog que a referida igreja tem se desviado dos princípios bíblicos. Uma pena, se for verdade, pois a mesma é uma das igrejas mais importantes para a história da AD.

Daladier Lima disse...

Alguns dos comentaristas não entendem que o mérito do questionamento é sobre reunir 3.000 pastores e não apresentar nada novo.

Exemplo: Na quinta foi apresentado o projeto "Eu ganho mais um", porém, ele é de 2013. Dúvidas? http://portalavancaad.com/wp-content/uploads/2014/05/Projeto-Eu-Ganho-Mais-Um.pdf

Assim caminhamos...

Abração!

Pastor Rui Amaral disse...

Também sou Pastor credenciado pela CGADB e ademais, sou profundo admirador do nobre Pr. Geremias, mas não tenho como concordar com atitudes como estas de divulgar em imprensa o que aconteceu entre Pastores; Afinal quem quiser comentar com outros o que aconteceu na AGO, que comente, mas minha singela opinião, acho que não compete a alguém tão estimado e de tão alto nível nessa nação como o Sr., inclusive acho, que se realmente alguém quiser ficar informado sobre o que aconteceu é somente ir na AGO, se não foi, é porque não teve interesse... Essas publicações infelizmente soam como reino dividido e acredito que Deus ainda está no controle de tudo, e se o Pastor José Wellington ainda está no cargo de Presidente, e porque Deus ainda o quer por lá... Um abraço.

Pastor Geremias Couto disse...

Meu caro pr. Rui Amaral:

Sobre o assunto, já expressei o que penso em comentário anterior, respondendo ao pastor Josué Aquino. Por outro lado, como jornalista, só fiz dar a notícia com transparência, mostrando o que às vezes se esconde.

Dizse tamvém que há 80 mil ministros filiados à CGADB. É certo que a grande maioria não compareceu por achar que não valia a pena. Mas também não deixa de ser verdade que essa grande maioria não tem recursos em volume suficiente para fazer face a despesas com um evento que pouco ou nada lhes acrescentará.

Ainda assim acredito que eles, como filiados, têm o direito de ser informados de forma correta e transparente sobre os fatos.

Abraços!

Pastor Geremias Couto disse...

Apenas para ajudar, de pouco mais de tês mil inscritos compareceram apenas cerca de 1600 pastores, meu caro Daladier Santos. É possível uma análise crítica consistente sobre esses números.

Abração!

Willames Soares disse...

é meus irmãos uma coisa eu digo, e sei que meu comentário não será postado, quer ver o fim de tudo isso ai, acabe com dinheiro, ai tudo isso termina, os verdadeiros Paulos, Pedros e demais antepassados aparecerão, homens dispostos a sofrerem de verdade pelo evangelho, não aqueles sofrimentos que muitos alardeiam que sofrem do tipo viajar com família, passear em carrões e jatinhos, as custas dos dízimos e ofertas de muitos Crentes miseráveis , que nem o que comer tem mais tem a fé de depositar seus dizimos e ofertas nos altares para os Pastores de si mesmo, estarem brigando por projeto de poder que gera mais e mais dinheiro, enquanto a igreja dia a dia vai esfriando, mas a minha alegria é essa é que um dia o Senhor Jesus, vai vir buscar essa igreja sofredora, que alem de sofrer com o mundo, sofre com esses falsos pastores amantes de si mesmo, que so pensam em projetos de poder para poder mais e mais ganharem dinheiro para poderem manter seus luxos e se suas famílias. tenho dito, sou um diácono da assembleia de Deus. e sinto muita tristeza no meu coração em ter que dizer isso. Maranata senhor Jesus, volta logo Senhor e acaba com tudo isso que só tem afastado pessoas da tua verdadeira igreja.

Unknown disse...

NA MINHA OPINIÃO, A " CGADB ", ALÉM DA SEDE NO RIO DE JANEIRO, DEVERIA SER REGIONALIZADA COMO AS OUTRAS CONVENÇÕES SÃO. E MAIS, ALÉM DE REGIONALIZADAS, AS DEMAIS CONVENÇÕES TEM COORDENADORIAS NOS ESTADOS. POR QUE A " CGADB " NÃO FAZ ISSO??? SÓ ASSIM, O MINISTRO FILIADO QUE RESIDE EM UM ESTADO DISTANTE COMO É O MEU CASO, TERIA COMO OUVIR E SER OUVIDO.NEM TUDO O QUE QUEREMOS FALAR OU RESOLVER COM A CONVENÇÃO,NÃO SE RESOLVE PELA INTERNET OU TELEFONE, POR MAIS QUE A TECNOLOGIA NOS APROXIME. COM AS COORDENADORIAS EM CADA CAPITAL BRASILEIRA, AÍ SIM, A "CGADB" FUNCIONARIA, MAS DO GEITO QUE AÍ ESTÁ, VAI SER SÓ FRACASSO. IMAGINEM DE QUASE 80 MIL PASTORES,3 MIL INSCRITOS, APENAS 1.600 COMPARECERAM. É SINAL QUE ESTÁ HAVENDO MUITA DESMOTIVAÇÃO POR PARTE DOS PASTORES, E QUEM ESTÁ NOS DESMOTIVANDO??? PRECISAMOS MUDAR ESTE QUADRO " U R G E N T E !!!!!

Pr. Ozeas Soares disse...

Caro Pastor Geremias,

Precisamos de mais veículos de informações para atender os quase 80 mil filiados da CGADB.
Um número que é maior do que a população de muitos municípios do Brasil.
E é importante que surjam vários debates com linhas de pensamentos diferentes, que sejam esclarecedores para o bem da comunidade pastoral.
Todos sabem que o tempo de mudança já está passado a muito tempo e somos ameaçados com a continuidade do mesmo segmento político por mais 08 anos. e isso precisa ser discutido.
Vamos continuar com os bons temas.
Pr. Ozeas Soares

MINISTÉRIO DIONES SILVA disse...

Pr Geremias,onde srá a proxima A G O ?

Ezequias Costa silva disse...

PARA MIM NADA DISSO ME ESCANDALIZA TEMOS MAÇONS DE ALTA POSIÇÃO NA MAIS ALTA CORTE DA ASS DE DEUS NO BRASIL, PARA ME É O FIM DESTA DENOMINAÇÃO!!! SOU ASSEMBLEIANO DESDE NOVO, MAS BEM QUE PASTOR JIMMY SWAGGART FALOU ANOS ATRÁS A IGREJA ASS DE DEUS NO BRASIL SE DEIXASSE O ESPÍRITO SANTO DE LADO CHEGARIA AO SEU CÃOS. ESPERO QUE PASTOR SAMUEL CÃMARA QUE NÃO É MAÇOM JUNTO AOS QUE NÃO SÃO PEÇAMOS A DEUS PRA TIRAR ESTES INIQUOS DO MEIO DE NOS E SALVE A NOSSA DENOMINAÇÃO!!! PRA TODOS EFEITOS QUE É DONO DO MUNDO AINDA É DEUS E NÃO O ANTICRISTO QUE VEM COMANDO O MUNDO ATRAVES DO PAPA NEGRO USANDO A FORÇA DA MAÇONARIA PARA DESTRUIR A IGREJA.

José Ramos disse...

Primeiramente, parabéns pela cobertura. Quando leio comentários criticando a publicidade fico frustrado. Como alguém tem uma opinião tão retrógrada, tão estúpida, de ser contra que informações sejam repassadas. Somos sal e luz!!! Os pastores serão membros de uma quadrilha para tratarem assuntos em oculto? Fico me perguntando como não abrem os olhos para perceberem que a CGADB está nas mãos de um homem que tudo faz de acordo com os seus interesses pessoais a três décadas. Uma monarquia está institucionalizada na CGADB, o trono será passado para o herdeiro, e isso tudo com o aval de muitos pastores, que assim como o presidente, são movidos por interesses pessoais. Porque uma convenção foi aprovada e outra não? Simples, uma está de acordo com os interesses da cúpula, a outra não. É a conclusão que chego. Aprovar uma convenção de pastores que saíram da COMADALPE? Nunca! A COMADALPE é território de JW, para não dizer uma frase corriqueira no meio político, e JW jamais iria contrariar seus eleitores. Pergunto, a Bíblia só é aplicada para os membros? Porque certos pastores fazem o que fazem, e com a cara deslavada sobem nos púlpitos para ensinarem perdão e humildade?! Hipócritas! Aqui no Ceará quando um pastor se "interessa" por uma igreja (direção de Deus? Isso só se fala para iludir neófitos), a primeira pergunta que se faz é qual a renda ($$$) da igreja. Aqui a renda é administrada pelos pastores (tesoureiro só tem utilidade para registrar os valores), que tratam as contribuições (dízimos e ofertas) como se fossem deles. Uma vez ouvi um pastor bater no peito e dizer "o dízimo é meu!", outro se "orgulhar" de comprar com o "seu dinheiro" (dízimos) um objeto, como se tivesse feito algo inesperado para um pastor, pois na cabeça dele o dízimo é só dele, qualquer objeto para a igreja é para os membros comprarem. Quando alguém tem a "insanidade" de falar em salário, dizem que não são mercenários para trabalharem por salário. Não, não são mercenários, são ambiciosos movidos por amor ao dinheiro. Não querem salário, querem tudo!!! As finanças das igrejas no Ceará, em sua grande maioria, tem contribuído para "corromper" homens que outrora foram verdadeiros instrumentos de Deus. Essa é a realidade. Isso é uma vergonha! Como assembleiano me pergunto onde vamos parar, onde a CGADB irá parar. Que Deus nos ajude! Que Deus nos ajude!!! Que Deus nos ajude!!!!!!

Gilson Filho disse...

A Paz do Senhor
Estou acessando este blog pela primeira vez, o pastor Geremias eu conheço através dos seus livros.
Sou apenas membro da Assembleia de Deus há mais de vinte anos e sempre leio o Mensageiro da Paz, Manual do Obreiro, com também, leio a veja, a folha, etc.
Gostaria de conhecer a opinião do pastor nos seguintes assuntos:
É ético o presidente do conselho administrativo da CPAD, ser filho do presidente da CGADB.
É ético apenas as pessoas que concorrem na chapa do Pr. José Wellington serem entrevistados pelos periódicos da CPAD.
É ético o pastor José Wellington apresentar o seu filho para substitui-lo.
Interessante que ninguém se manifesta. Qual o nível de escolaridade das pessoas que votam nesta reuniões.
Um Abraço.
Gilson H. S. Filho
Itaquaquecetuba - SP