quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Secretário afirma não ter recebido um centavo pelos serviços prestados


No post em que tratei do recurso da CGADB contra a reintegração dos pastores Samuel Câmara e Ivan Bastos, mencionei que "pagamentos elevados teriam sido feitos a membros da Comissão Jurídica" da entidade. A própria construção da frase implica que não seriam todos. Nesse sentido, recebi em caráter pessoal, em papel timbrado da igreja que pastoreia, carta do pastor Nilson Alves Filho, 1° Secretário do órgão, em que procura esclarecer que "jamais recebeu um centavo sequer pelos serviços prestados". Como prometi, publico na íntegra, abaixo, a sua carta, como também me disponho a divulgar documento de qualquer outro membro que esteja na mesma categoria do pastor Nilson Alves Filho.




Nenhum comentário: