domingo, 1 de setembro de 2013

Carta aberta aos pastores que irão à AGE


Se não houver nas próximas horas nenhuma outra liminar em contrário, amanhã, dia 2 de setembro, se realiza a AGE convocada pela Mesa Diretora da CGADB, com o intuito de dar o "tiro de misericórdia" no pastor Ivan Bastos, de levá-lo à "forca", embora todas as decisões tenham caráter de provisoriedade até que haja julgamento de mérito da inicial que pediu a sua reintegração ou o devido trânsito em julgado. Enquanto isso, as águas continuarão a rolar debaixo da ponte e a AGE poderá até mesmo vir a ser cancelada.

De qualquer modo, estou definitivamente convencido que tudo foi orquestrado com a finalidade de defenestrar o 1° tesoureiro e, com isso, evitar que se abra a caixa preta, o grande calcanhar de aquiles dos administradores da CGADB. Digo-o porque no pouco tempo em que lá esteve conseguiu enxergar algumas irregularidades, dentre tantas outras suspeitas, que estão sob análise do Conselho Fiscal, o qual, aliás, se reunirá mais uma vez na próxima semana.

Além dos vícios insanáveis na fase de apreciação dos processos levados ao Conselho de Ética e Disciplina, bem como no parecer apresentado, aos quais a Mesa Diretora não deu a mínima importância, ressalte-se que a AGE foi marcada para a "toca do lobo" - a sede do Ministério do Belém - para que não houvesse a mínima chance de o pastor Ivan Bastos livrar-se da "punição" que, sem nenhuma base estatutária, lhe deseja impor o presidente da Mesa. 

Prova disso é que dos 4.146 inscritos, 2.939 pertencem à CONFRADESP, convenção que reúne os pastores ligados ao Belenzinho, ou seja, mais de dois terços dos prováveis participantes. A princípio, são favas contadas, visto que o Estatuto prevê 2/3 dos votos para a aprovação de qualquer proposta numa AGE. Não há como admitir, no terreno da lógica, que possa haver outro resultado diferente.

Não quero entrar nos pormenores de outros processos judiciais que estão em curso. Mas em relação aos processos apreciados pelo Conselho de Ética e Disciplina da CGADB, eles tiveram como causa a insistência descabida do presidente da CGADB, pastor José Wellington Bezerra da Costa, em dar como aprovadas emendas ao Estatuto, na AGE de Maceió, sem atender às questões de ordem que lhe alertavam para a inexistência dos 2/3 dos votos exigidos pelo Estatuto. Justiça por justiça, ele deveria ser o primeiro a ser julgado por prevaricação no Conselho de Ética e Disciplina.

Igual comportamento demonstrou o presidente da CGADB na AGO de Brasília em que levou a voto, simultaneamente, o relatório financeiro da CGADB e o relatório financeiro da CPAD, ao final da tarde do dia 11 de abril, quando, pelo Estatuto, concluída a discussão de um item da pauta, este precisa ser decidido pelo plenário antes que se discuta qualquer outro tema. Todavia, como havia o risco da rejeição do relatório financeiro da CGADB pela manhã, após a discussão, preferiu passar por cima da lei e votar a ambos no final do dia, na expectativa que já tivesse maioria em plenário. Mais outro ato de prevaricação.

Tivesse o presidente da CGADB a clarividência que demonstrou em Porto Alegre, quando, alertado pelo pastor Silas Malafaia, que levantou em plenário a questão dos 2/3 dos votos, e aconselhado por alguns de seus assessores que não temiam expor o que precisava ser exposto, certamente ele não teria cometido os erros que cometeu em Maceió, desencadeando esta série de atos arbitrários que desembocaram nessa famigerada AGE de São Paulo.

Mas ainda há tempo de os pastores que comparecerão à AGE nesta segunda-feira repararem essa injustiça. É muito simples. Basta não darem os 2/3 dos votos exigidos pelo Estatuto para que então o pastor Ivan Bastos seja mantido como filiado à CGADB, bem como no cargo de 1° tesoureiro para o qual foi eleito com mais de sete mil votos na AGO de Brasília. 

Com isso, algumas nuvens começarão a ser dissipadas, os tesoureiros eleitos, Ivan Bastos e Álvaro Allen Sanches, estarão legitimados para fazer o seu trabalho de saneamento das finanças da CGADB, além da fiscalização independente do Conselho Fiscal, que já começou a fazer o seu trabalho. Caso contrário, certamente a Justiça continuará sendo o caminho em busca da reparação.

É uma questão de bom senso. Basta querer. Quando a AGE de Salvador, BA, suspendeu o Ministério de Madureira, fui um dos que votaram contra. Não concordei sob hipótese alguma com aquela atitude. Após o encerramento, disse a alguns líderes mais ou menos com as seguintes palavras: "Pela nossa incapacidade de promovermos uma reforma profunda em nossa estrutura eclesiástica, hoje abrimos espaço para que outro Ministério assuma o monopólio da CGADB".

A AGE de São Paulo é uma grande oportunidade de os pastores mostrarem que o Ministério do Belém não pode ter esse monopólio. A CGADB não lhe pertence, mas a todos os pastores que fazem parte das Assembleias de Deus no Brasil.


Ainda volto com a matéria prometida ontem sobre o Conselho Fiscal e uma outra que está em fase final de apuração sobre pastores, presbíteros e diáconos que aparecem como "laranjas" no desvio de dinheiro público numa certa Assembleia Legislativa de certo Estado brasileiro.

PS. Fiquem à vontade para compartilhar em outros blogs e redes sociais. Que esta mensagem chegue a todos os pastores que estarão em São Paulo nesta segunda-feira.

29 comentários:

Samuel disse...

Pr., a paz do Senhor!
Além de orar, o que nós que não podemos participar dessas reuniões podemos fazer? Reforma já nas Assembleias de Deus!

Pb. Samuel
Iúna/ES

Jose Costa disse...

Caro Pr Geremias,

Como pastor Assembleano, militando já há muitos anos nesta amada igreja, não pude conter as lagrimas que caíram dos meus olhos, em saber o que estão fazendo conosco. Mais uma vez o nome da Assembleia de Deus está sendo levado por seus próprios lideres aos tribunais mundanos, para ser julgado. Por favor me diga: aonde estão os homens sábios da IGREJA?...será que estão em seus gabinetes, pensado quando entrar na justiça com a próxima liminar!
Antes ouvíamos nossos lideres ensinar os capítulos e versículos da bíblia; hoje o que se houve é: LIMINAR, EMBARGO, MEDIDA DE SEGURANÇA... MEDIDA CAUTELAR e MANDADO JUDICIAL.

Desculpe a minha ignorância, mas não encontrei estes ensinos em minha bíblia.

Indignado!

Pr José Costa

Anônimo disse...

Pastor Geremias e demais leitores, a Paz do Senhor! Meus pensamentos e sentimentos são estes:

1) Este embate não é do Ministerio do Belém e nem da CONFRADESP contra o Pr. Ivan Bastos e seus pares, e, sim, um guerra pessoal que o Pr. JWBC contra os tais. A familia Costa já causou muitas injustiças na Igreja do Belenzinho, muito abuso de poder, e querem porque querem estabelecer na CGADB uma dinastia. O voto é secreto e um direito inalienável de cada convencional garantido pelo nosso estatuto (CGADB), não constitui insubordinação eclesiástica votar LIVRE. A Assembleia de Deus precisa de união, não de racha.

2) Se não houve irregularidade nos pagamentos do boletos da 41º AGO, por que não publicar a conciliação bancária e dar um "tapa sem mão" nos boateiros? Fizeram bobagem à revelia do evangelho, e agora temem ser desmascarados. Querem usar os obreiros do Belenzinho e da CONFRADESP como massa de manobra para ocultarem tais desmandos. Que Deus acabe com estes abusos!

Graça e Paz!

Marlos disse...

Sabe que eu imagino, a cena no tribunal, no anuncio:
Processo numero tal. A ré: Convenção Geral das Assembleias de Deus.
Daniel Berg e Gunnar Vingren devem estar se contorcendo no tumulo, se assim pudesse.

Pastor Erkki Messias disse...

Temos que denunciar mesmo estas falcatruas,parabens pastor Geremias e equipe por estas informaçoes.
CADEIA NELES!!!

Pr. Jackson disse...

Caro Pr. Geremias,
Bom... a Paz de Cristo e gostaria de expor minha indignação com o rumo que nossa AD esta tomando, e o erro já começa quando priva os seus Ministros de votar. Quem não vai as AGO é impedido de votar, ora se temos secretarias em todo o Território Nacional, não é de acordo com a Liderança que haja uma votação expressiva de todos os seus Ministros. Tem que mudar o sistema de votação!!! É de lamentar como o Império reina na AD, nós pequenos sofremos os fragmentos que a Clã disputa, e todos nós sabemos que, a briga nada mais é pela CPAD. Lamentável....

Márcio Paula disse...

Bem já dizia Paulo: guardai-vos dos maus obreiros! É lamentável ver tal situação.
Ev. Márcio Paula
Serra/ES

Pr Ivan disse...

O livro o príncipe de Maquiavel está tão atual Pr.Geremias, as famosas frases "vale tudo pelo poder" "os fins justificam os meios" si preciso for seja cruel, é um retrato da política eclesiástica da CGADB. Lamentável.

Graça Azevedo disse...

Infelizmente, estou muito triste por esta matéria pois em suas palavras vejo um homem sábio, porém não agindo como tal, pois defende toda e qualquer ação contra o Pr. José Wellington.

Sinto muito, mas é com muito pesar que manifesto minha opinião neste blog...pois sempre o admirei muito!!!

Graça Azevedo

Pastor Geremias Couto disse...

Prezada Graça Azevedo:

Tenho como premissa que devo ser "refém" de Deus e de minha consciência.

Agradeço as suas ponderações, mas estou consciente do preço que pago pelas posições assumidas.

Embora deva ser educado - e procuro sê-lo - no dia em que eu pensar em agradar a todos, perdi toda a condição de ser eu mesmo.

Finalizo dizendo que, se no âmbito da CGADB o pastor José Wellington voltar a agir como homem de Deus, por coerência não deixarei de reconhecer o fato. A AGE que ora se realiza seria a sua grande oportunidade!!!

Deus lhe abençoe.

MARCOS MARTINS disse...

Ontem, estava pronto para partir pa SP, ao pagar a passagem fui informado que ocartão de debito havia expirado no dia anterior, logo, não pude embarcar. Sinal de Deus para mim, pois, esta AGE não vai terminar bem, pode anotar.

Marcos Rodrigues, Pr.

Pr. Sérgio disse...

Nobre pastor Geremias, graça e paz!

Sou ministro assembleiano filiado a CGADB há alguns anos.

Aprendi com os líderes que me mentorearam que a forma de resolver embates era através da consulta bíblica e em orações e jejuns.

Estou profundamente decepcionado com os dois pastores postulantes a liderança da CGADB, pois travam na Justiça do povo suas guerras pessoais pela permanência ou entrada no poder institucional da maior denominação evangélica do país. Pelo que aprendi: os dois são passíveis de desligamento pois ultrapassam o comportamento ético, bíblico e espiritual que se espera de um líder cristão.

Em tempo: ainda sonho com a possibilidade da terceira via.

Forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira
CGADB 34536

Antonio Manoel Gomes dos Santos disse...

Pr Geremias

Faço um apelo aos dignos pastores integrantes do Ministério de Belenzinho que são a maioria do plenário nesta AGE. Votem com a consciência de um verdadeiro cidadão do céu, meditando no Salmo 15.A Igreja a qual voces pertencem é do SENHOR JESUS CRISTO e a dinastia JWBC , profetizo, está perto de terminar, porque mais cedo ou mais tarde as irregularidades já praticadas e provadas virão à tona.Quanto mais alto estiverem maior será o tombo. Deus é fiel. "O cetro da impiedade não prevalecerá contra a sorte do justo" Quem viver verá.
Pr. Antonio Manoel Gomes dos Santos

Pastor Geremias Couto disse...

A título de informação, o pastor Ivan Bastos foi desligado por 2504 sim, com 134 votos contrários. Presentes à sessão, 3158 inscritos. Os 2/3 dos votos foram alcançados com a presença maciça dos pastores vinculados ao Ministério do Belém.

Evaldo disse...

Embora eu seja ligado ao ministério de Madureira, não posso ficar alheio aos acontecimentos na cgadb, fico triste de ver tanta prepotência do sr. José Wellington,será que ele pensa que ele é eterno, que nunca vai morrer, ou será que ele já trabalha com o objetivo de deixar seu filho em seu lugar. Como comentei oma outra vez, este senhor tem o DOM de desligação, é só ver o seu histórico,desligou madureira, desligou bela vista em fortaleza e por aí vai, só Deus sabe quantos serão desligado nessa age.

Anônimo disse...

A paz do Senhor Pr Geremias,

O amado pastor saberia nos informar se o PR Jonatas Camara e Samuel Camara também foram desligados??

Pr. Petson
Nova Olinda do Norte - Am















Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Petson:

Os casos de ambos estão subjudice e só seriam apreciados na AGO em 2015.

Anônimo disse...

Obrigado pastor.

Estamos orando por todos e por sua vida também, que tem coragem de trazer transparência em meio a esta turbulência pela qual passamos.

Pr Petson

Samuel disse...

Pr, nós membros da Assembleia de Deus podemos começar um movimento nas redes sociais por mudanças na CGADB?

Noemi disse...

Paso visitando su blog. Bendiciones.
Mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com

Gesiel Oliveira disse...

Escrevi hoje um artigo intitulado "O rolo compressor da CGADB desligou o Pr Ivan Bastos na 6ª AGE/SP" no meu blog www.drgesiel.blogspot.com e veja só o comentário que fez um membro do Ministério Belenzinho: Sou evangelista do minisério do belem em são paulo e não concordo com isso!! por isso a assembleia de Deus nossa está perdendo muitas pessoas para outras igrejas com este pensamento antigo e outra coisa não podemos ter opinião se não estamos morto! tem que ser o que eles querem pena que não posso me apresentar!pois tenho familiares no ministério tb e eles ia nos prejudicar abraço a todos! fica na paz do senhor jesus!ha e nem fui nesta reunião pios não concordo!.

Anônimo disse...

PAZ PASTOR GEREMIAS DO COUTO
AGORA SABEMOS PARA ONDE ESTAR INDO OS DÍZIMOS DE NOSSOS MEMBROS PARA EMBATES JUDICIAIS ELES TEM DINHEIRO PRA GASTAR NA JUSTIÇA OS DÍZIMOS DOS NOSSOS IRMÃOS, PARABÉNS FAMÍLIA DO PASTOR SAMUEL CÂMARA E JOSE W B DA COSTA POR GASTAREM NOSSO DÍZIMOS NA JUSTIÇA, EM VEZ DE GASTAREM NA OBRA MISSIONARIA E COM OS MISSIONÁRIOS, ENQUANTO AQUI NO NORDESTE OS MISSIONÁRIOS SO NA PASSAM FOME MAIS COMEM MIGALHAS E PASTORES PASSAM PRIVAÇÕES AQUI NO PIAUI. PARABÉNS A VOCÊS PASTORES CAMARA E COSTA POR TODO ESSE SHOW. QUERO VER SE A CGADB VAI LEVAR ALGUÉM PRO CEU.

GUNNAR VINGREN FIALHO

Anônimo disse...

Jesus disse que viriam escândalos, mas ai daqueles por quem vem.

Ev. Gustavo

Eliana disse...

E ai meu pastor o que fazer.
Coisa de homem com certeza nao consultaram o Pai Celeste. Buscam apenas seus interesses. Como da um basta? Ensinei aos meus filhos desde pequeno que aquilo que trouxesse discordia nao era de Deus fosse o que fosse. Porque nao resolver esta questao da CPAD e deixar isolada da CGADB?

Aldomir Rocha disse...

JESUS ESTÁ VOLTANDO

Paz do senhor e parabéns pela postagem, pois é ridículo e anti bíblico estes acontecimentos justo na CGADB, mas na bíblia se registra"AI DAQUELE POR QUEM ENTRAR O ESCÂNDALO".
Fico preocupado, quantas almas se desviam por causa destes elementos que se matam por poder e glória, será que eles não leram a bíblia?

Pb Fernando disse...

Esse comportamento vergonhoso das lideranças da CGADB a meu ver, em nada difere do comportamento das instituições mundanas. Bom mesmo é sabermos que nossa salvação não depende desses homens, se não estaríamos todos perdidos.

Apologeta disse...

Paz do Senhor, pastor Geremias!

Com relação ao seu comentário no blog do Pastor Zibordi, recomendo a leitura do brilhantíssimo artigo do Reverendo Solano Portela:

http://tempora-mores.blogspot.com.br/2011/01/king-o-homem-e-o-mito.html

Grato,

Apologeta

Pastor Geremias Couto disse...

Obrigado pela sugestão, caro Apologeta, que é sempre bem-vinda.

Já conhecia o ensaio. O arrazoado não me é novo. Todavia, há controvérsias. A visão, ali, é extremamente reducionista. Não compactuo com ela.

No demais, abraços em Cristo.

O irmão Félix disse...

Caro pastor Geremias, sou membro da AD desde os meus doze anos de idade, bacharel em teologia, professor de teologia, professor e superintendente de EBD, e estou profundamente estarrecido com o que está acontecendo com a nossa denominação. Na verdade, o que prevalece hoje, é a irresponsabilidade com as coisas de Deus e a ganância pelo poder. Lamentável!