terça-feira, 9 de abril de 2013

Notas sobre a AGO da CGADB em Brasília

Composição da Mesa que presidiu a sessão solene
Entrega de credenciais

Cheguei em Brasília sábado à noite. Aprendi com os meus amigos mineiros a esperar o trem na estação. Já no domingo após o almoço, com filhos, nora e netas, que residem na capital federal, passei no Parque da Cidade, onde nesta segunda-feira à noite deu-se a abertura da 41ª  AGO da CGADB. Fui em busca de minha credencial. Informaram-me que os guichês só seriam abertos nesta segunda-feira pela manhã. Às oito horas já estava lá outra vez, mas agora a informação era que só seriam abertos à tarde, às 14:00hs. Fiquei preocupado com o tumulto. Mas foram montadas 100 posições de entrega e até a noite a retirada das credenciais ocorria com alguma tranquilidade. Sem tumulto. Já tenho a minha, com o devido código de barra, que garante acesso ao plenário pelas catracas eletrônicas , bem como à cabine da seção eleitoral.


Nota destoante

A nota destoante foi a falta de atenção de algumas atendentes, que se esqueceram de usar o surrado critério "cara, crachá" e acabaram entregando credenciais para pastores, que, com o objetivo de testar o sistema, apresentaram documentos de identidade de outros colegas e receberam o material sem que a identificação fosse verificada. O episódio foi imediatamente comunicado à Comissão Eleitoral, que, até onde eu soube, não tomou nenhuma providência, já que logo depois outros pastores fizeram o mesmo teste em posições diferentes e o mesmo lapso aconteceu. O perigo é entregarem credenciais de pastores inscritos, que não compareceram por motivo de força maior, a pessoas não filiadas à CGADB só para votarem no lugar dos ausentes. Os fiscais dos candidatos terão de marcar em cima, nas seções eleitorais, a fim de que se cumpra o Estatuto e as resoluções para esta eleição: para votar, cada pastor terá de apresentar a sua identidade com foto, além da credencial convencional.

Local da AGO

O Parque da Cidade, local onde está sendo realizada a 41ª  AGO, é um amplo espaço, mas com pouco equipamento para um evento dessa magnitude. Certamente com o apoio financeiro da CPAD, a CGADB montou uma mega estrutura, com 100 posições para a entrega de credenciais, salas de apoio, catracas eletrônicas de acesso ao plenário, bem como pontos de votação, também pelo sistema eletrônico, dos temas que forem levados a voto durante as sessões. Foi montado ainda um restaurante, com almoço sendo servido no valor de R$ 12,00, enquanto, do lado de dentro do grande galpão, há um enorme e bem equipado stand de vendas da CPAD e uma praça de alimentação. O que estraga são as dezenas de banheiros químicos em volta por falta de equipamentos sanitários em quantidade suficiente para atender tanta gente. Para usar um deles, tive de fechar os olhos e tapar o nariz.


Acampamento CGADB Para Todos

Em virtude da ocupação dos hotéis, com diárias elevadas para a grande maioria de inscritos, a equipe CGADB Para Todos, do pastor Samuel Câmara, montou um grande acampamento nas áreas livres do parque, com várias tendas climatizadas e equipadas com beliches para a hospedagem de milhares de convencionais a preços módicos. Não são uma "Brastemp", mas atendem com o mínimo de conforto às circunstâncias do momento. Foi montado também um amplo restaurante, aberto a todos os convencionais, com o almoço sendo servido a R$ 5,00, acompanhado de suco e uma pequena sobremesa. Nesta segunda-feira almocei lá, na companhia do pastor Otoni de Paula e sua esposa Fátima e do pastor Cláudio Rogério e sua esposa Rachel Lemos. Comida simples, mas bem preparada. Acho que vou almoçar lá todos os dias até sexta-feira.


Sessão Solene

Na manhã desta segunda-feira foi realizada sessão solene na Câmara dos Deputados em homenagem às Assembleias de Deus no Brasil. Quem a presidiu foi o pastor e deputado federal Hidekazu Takaiama. A equipe CGADB Para Todos deslocou para lá cinco ônibus com cerca de 300 pastores, que ocuparam todo o plenário, que corria o risco de ficar vazio por não ter havido da parte dos que propuseram a sessão a iniciativa de mobilizar os ministros já presentes em Brasília. Os discursos foram os de praxe. Quem acabou sendo outra vez o dono dos holofotes foi o Deputado Marco Feliciano, cujo nome foi citado por quase todos os oradores. O pastor José Wellington Bezerra da Costa também fez uso da palavra, mas o ineditismo ficou por conta do pastor Samuel Câmara, que tirou sua "sanfona" da caixa e cantou com todos os presentes o clássico: "Já achei uma flor gloriosa". Pelo menos o parlamento teve o seu momento de exaltação ao nome de Cristo.


Culto de Abertura

Já à noite foi realizado o culto de abertura, que teve como mestre de cerimônias o pastor e deputado federal Ronaldo Fonseca. Além da apresentação de um coral da Assembleia de Deus em Brasília, o culto, como das outras vezes, contou com a participação do cantor Victorino Silva. Foram feitas algumas homenagens aos presidentes das convenções locais e ao presidente da CGADB, com entregas de certificados comemorativos, além da presença do Governador Agnelo Queiroz, que falou aos convencionais. Também esteve presente Marina da Silva, membro da Assembleia de Deus da L 2, em Brasília. O pregador da noite foi o pastor José Wellington Bezerra da Costa, baseado no tema: "O Espírito Santo Glorificando a Cristo". Nesta terça-feira às nove horas da manhã tem início a primeira sessão. Estarei lá, se Deus quiser.

8 comentários:

Alex Vieira disse...

Obrigado, Pr. Geremias, por suas postagens. Estarei acompanhando por aqui, uma vez que não pude viajar por conta de meu trabalho secular.
Sou da AD Serra.ES, Pr. Délio Nascimento. Estivemos juntos na AD em Nova Carapina, Pr. Wanderley, quando de sua vinda a Vitória-ES, e já ansioso por seu retorno em Outubro.
Deus abençoe.

Marcos Serafim disse...

Graça e paz, Pr Geremias do Couto.

Que bom termos noticias da CGADB , através de seu blog , pelo menos nós que não estamos em Brasilia poderemos acompanhar o dia a dia da convenção com imparcialidade de sua parte.

Pelo Calvario que nos une

Marcos Serafim Silva

olharreformado.blogspot.com disse...

Gostei da reportagem, vou acompanhar durante a semana. Orando para que nossos irmãos Âssembleianos vivam cada vez mais, e melhor, para a Glória de Deus!

Professor Magvaldo disse...

parabéns Pastor Geremias,obrigado pelas informações estamos ligado nas suas páginas virtuais(me refiro ao face e seu blog)sobre as informações de todos os dias,estamos orando pelos convencionais em especial aos irmãos #CGADBPRATODOS# os assembleianos do maranhão orando por mudança com equilíbrio,missões,crescimento e um discipulado de qualidade.

Pr.Abimael F. Ferreira disse...

Grato Pr. Geremias pelas postagens, assim posso acompanhar aqui de Joinville os andamentos dos plenárias da 41ª AGO, Deus continue lhe abençoando!
Pr. Abimael Ferreira

Pr Alessandro Garcia disse...

Aí reverendo, se dando bem no restaurante do Samuca heim!! Não vai abusar na gordura rsrsrsrs. Quinta feira também vou lá; 5,00 quem vai perder?! Fique com Deus!!!

Pastor Edinaldo Domingos disse...

Amado Pr.Geremias,a Paz do Senhor.

Ótima cobertura jornalística. Estou em Brasília, mas não abro mão de acompanhar o seu Blog. Como dizia minha avó: "Costume de casa vai a praça,"rsrsr.

Oro a Deus para que o amado continue escrevendo passo a passo as informações da nossa AGO em Brasília até ao final, sem ter que noticiar o temido cancelamento.

Um forte abraço

Robson Aguiar disse...

Concordo com suas colocações meu caro pastor Geremias do Couto, ainda acrescento que faltou placas indicativas nas proximidades do evento, que faltou representantes da CGADB na rodoviária local e outros pontos importantes, afim de informar o local das plenárias. Estava disposto a comentar o assunto mas, o senhor disse tudo. Senti as mesmas dificuldades que o senhor na entrega de credenciais, ainda bem que dispuseram bastante gente para agilizar o serviço. Para quem foi ao local do evento de taxi, não encontrou dificuldades, mas, quem dependeu de ônibus e metrô, pagou um preço, pois teve que andar um bom pedaço de chão. Porém, quero dar um desconto nisso tudo, haja vista, que conseguiram trazer à convenção um restaurante com almoço a preço popular. o pavilhão está com um bom sistema de ventilação, as cadeiras são mais ou menos confortável, o som está bom, os telões estão funcionando, e apesar de não está previsto o uso de urnas eletrônicas, ao menos as votações de aprovações ou não dos assuntos da pauta estão sendo através de aparelho eletrônico.