domingo, 6 de janeiro de 2013

Relação extraoficial de inscritos na AGO da CGADB

Antes de tratar da relação extraoficial de inscritos na próxima AGO da CGADB, publicada no rodapé da postagem, ou mesmo antes que alguém me pergunte porque insisto em publicar postagens relacionadas às eleições na organização, deixe-me passar duas informações básicas a meu respeito. Sou ministro filiado à CGADB desde 1977, sob o número 3866, com a minha anualidade devidamente paga, e exerço a vocação por chamada divina. Atuo também como jornalista, devidamente registrado no Ministério do Trabalho, sob o número 18.387, Livro 84, folhas 83, o que me credencia a exercer a função em qualquer âmbito da comunicação, inclusive no mundo virtual.

A primeira prerrogativa me dá o direito estatutário de saber o que se passa na organização da qual sou associado. Isso vale para todos os demais que a ela pertencem, não importa se vinculados há muitos anos ou se tenham sidos os últimos filiados dentro do prazo estatutário, que sempre cai no último dia útil de setembro do ano anterior às eleições. Direitos e deveres são iguais para todos.

A segunda prerrogativa me garante a liberdade de investigar a informação, torná-la transparente e circulá-la para que, entre outras finalidades, ninguém seja tolhido em seus direitos. Em outras palavras, simplesmente cumpro o meu dever no exercício pleno do que me assegura a Constituição Brasileira. Para tanto, vou em busca de fontes confiáveis que disponham de dados para o que, na profissão, chamamos de jornalismo investigativo.

Dito isto, vamos ao ponto:

Na última postagem, aventei a possibilidade de surgirem novos questionamentos "até mesmo em relação às inscrições, visto que, segundo o edital, o prazo terminou no dia 28 de dezembro às 19:00hs e há convenções em que quase a metade de seus filiados, os quais baixaram os respectivos boletos pela internet, não teriam feito qualquer pagamento pelo sistema bancário até esse horário". E acrescentei: "Se a lista final a ser divulgada no dia quatro tiver números discrepantes, veremos outro embate".

Soube depois que a divulgação oficial está prevista para esta segunda-feira. Aguardemos. De qualquer modo, à luz do edital só valem as inscrições, cujo pagamento do boleto bancário tenha sido feito na data estipulada e dentro do prazo legal, isto é, até às 19:00hs. Quem pagou depois desse horário ou fez depósito diretamente na conta da CGADB legalmente estão impedidos de participar da próxima AGO. Até mesmo aqueles que pagaram em suas respectivas convenções estaduais, mas os seus tesoureiros não tiveram o cuidado de transferir os pagamentos à CGADB mediante os boletos bancários específicos também estão prejudicados.

No meu caso, para evitar transtornos de última hora, já que não conseguia emitir o boleto através do portal da CGADB, por faltar no cadastro o número do meu CPF, fui até a sede, no Rio de Janeiro, pelo menos duas semanas antes, e lá mesmo emiti o documento, fui à agência bancária mais próxima e fiz o pagamento.

Esses esclarecimentos se fazem necessários, porque, como disse acima, há convenções onde mais da metade (ou um pouco acima) dos filiados que emitiram boletos não constavam os seus respectivos pagamentos dentro do prazo legal. Cito três casos emblemáticos: 1) COMADEMAT, 726 boletos emitidos, 130 boletos pagos; 2) CONFRADESP, 4601 boletos emitidos, 2774 pagos, e CEMADERON, 430 boletos emitidos, 224 pagos.

Essa relação extraoficial teria sido passada ao pastor Samuel Câmara no dia 28 de setembro, às 19:20hs, portanto, 20 minutos depois do prazo legal, não só com os dados há pouco mencionados, mas com todos os outros referentes às demais convenções. Se eles forem verdadeiros, como acredito que sejam, e os números oficiais a serem apresentados nesta segunda-feira estiverem muito diferentes, a Mesa Diretora da CGADB terá de oferecer explicações plausíveis para essas discrepâncias.

Publico abaixo, em três blocos distintos, a listagem oficial que teria sido repassada ao candidato do chapa oponente. Nela constam: o código da Convenção, a unidade da federação respectiva, o número de boletos que teriam sido emitidos e o número de boletos que teriam sido pagos.

PS. Corre nos bastidores que o número de inscrições pagas poderia cair de 22.268, como registrado abaixo, para próximo de 19.000, porque muitos pastores, ao emitirem os seus boletos, teriam pagado apenas uma ou duas anuidades vencidas, ao invés de pagarem a taxa de inscrição para a AGO. Antevejo uma enxurrada de recursos à Comissão Eleitoral.




14 comentários:

Matias Borba disse...

Novo ano, velhos problemas?!...

Espero que, diferente de tantos episódios, a CGADB se pronuncie de forma exemplar, verdadeira e convincente. Ou as coisas são levadas na base da seriedade e fé cristã ou o atual presidente perde a eleição pra qualquer chapa que seja formada.

Se o interesse de cuidar da AD no Brasil é espiritual antes de tudo, que todos os atos sejam feitos com base na verdade e transparência da vida cristã.

Abraços!

Mark Lemos disse...

Nao sou profeta nem filho de profeta, mas....ja sinto o cheiro no ar que essa eleicao sera resolvida nos tribunais de justica dos homens. Nao pelos pastores, muito menos pele Espirito Santo, como era costumeiro no livro de Atos dos Apostolos.


Mark Lemos

Daladier Lima disse...

Prezado Pr. Geremias, conforme já conversamos é a mesma novela. Infelizmente, ficamos à mercê dessa depravação. Deus está trabalhando e no controle de tudo. Veremos o que será ao final.

Marinaldo Alves disse...

Eu creio piamente, que nenhum Mortal pode impedir o trabalha do Deus de Israel! Deus estar no controle dessa 41° AGO! Bendito seja ele para todo sempre...

Anônimo disse...

Pastor Geremias.
A Paz do Senhor.
Meu nome é Marcelo Ferreira, sou evangelista, e congrego na sede da Assembleia de Deus do Min. do Belem, em SP, no Bairro do Belenzinho.

Em primeiro lugar, creio que seja importante considerar que, se, de fato, Candidato, Pr. Samuel Camara, recebeu estes números 20 minutos após o encerramento das inscrições (o que, ao meu ver, é muito estranho), certamente, estes números não consideraram os pagamentos que foram realizados no próprio dia 29.12.
O boleto bancário poderia ser quitado até o dia 29.12, sendo certo que a CGADB somente tomou conhecimento destes pagamentos no dia seguinte, quando as instituições bancárias informaram os pagamentos realizados no derradeiro dia.
Assim, acredito que o número de inscritos tende a ser maior, considerando os pagamentos realizados no último dia, e somente computados pela CGADB após o recebimento das informações bancárias.
Não quero aqui criar qualquer polêmica, mas apenas suscitar uma questão que deve sim ser considerada ao se realizar o cotejo entre um e outro relatório.

Em segundo lugar, qual seria a fonte das informações recebidas pelo Candidato, Pr. Samuel Camara?
Ora, se se pretende cotejar o relatório oficial da CGADB com o relatório do candidado Samuel Câmara, é correto que o mesmo informe a fonte de suas informações.

Em Cristo.

Marcelo Ferreira

Roberto Alves disse...

Querido Pr. Geremias,

Parabéns mais uma vez por esse post analítico sobre o fim das inscrições. Vejo que muitas convenções não se organizaram para fazer o pagamento a tempo e realmente a comissão eleitoral e secretaria terão problemas grandes pois muitas convenções fizeram o deposito bancario e isto não está prescrito no edital. Somente Boleto. Ouvi dizer tambem que o numero cai até para menos de 19 mil inscritos. E ao que me parece o 13 mil desses ministros inscritos apoiam o Pr. Samuel. Vejo que estamos perto de anunciar um novo presidente da CGADB.

Anônimo disse...

pastor Geremias

Entendo que o trabalho prestado pelo senhor é muito importante. A esse respeito nada tenho a dizer.

A única coisa que fico pensando é acerca do que os colegas acima disseram: "Vontade de Deus". Gente, que vontade de Deus o que?

Já não deu para perceber que esse negócio é puramente secular, humano e pior, escandaloso? Que soberania divina o que. Não há nada de Deus nessa disputa. Vocês acham que Deus tem parte ou alguma coisa em algo que só serve para escandalizar o seu nome?

Transformar o governo de uma agremiação em uma guerra pessoal onde separam-se pessoas com rótulos de mais ou menos sérias, crentes ou não, de Deus ou do diabo etc.

Isso é uma vergonha! Fechem essa CGADB e parem com esse circo, pois é nojento tudo isso. Vocês acham que Deus está interessado nas eleições da CGADB? Depois não reclamem de existirem ateus.

Pb. Miltom

Pastor Geremias Couto disse...

Meu caro Daladier Lima:

Creio piamente na soberania de Deus em todas as coisas, como também creio na responsabilidade humana. Como ambas se conciliam, explicar isso é tarefa complexa.

É tosca a ilustração, mas é como estarmos assistindo a uma peça da plateia. Não sabemos o desfecho, mas diretores e atores tem tudo à mão nos mínimos detalhes.

Deus age quando interfere de forma direta e também quando não interfere. A "não-ação" é, também, uma forma de agir. De modo que, embora estejamos deste lado de cá do palco, não tenho dúvida que a vontade de Deus será feita.

Só não me peçam para explicar como será essa vontade. Ela pode vir de forma muito dura!

O meu comentário vale como resposta para outros comentários que trataram do assunto sob essa ótica.

Abraços, meu irmão!

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Marcelo Ferreira:

Há um ponto contraditório em seu comentário.

Segundo o edital, as inscrições se encerraram no dia 28 de dezembro, às 19:00hs, horário de Brasília.

Qualquer pagamento feito depois desse prazo é irregular.

Quando receber a listagem bancária final, se é que já não recebeu, a Comissão Eleitoral só poderá considerar os pagamentos feitos nesse dia e até aquele horário.

Quanto às fontes, tive o cuidado de informar logo nos primeiro parágrafos que sou também jornalista.

A lei permite que muitas informações nos sejam passadas em "off", ou seja, sem que se identifique a fonte. Nem em juízo sou obrigado a informar quem me passou a informação.

De qualquer modo, tenho todas as informações documentadas para qualquer necessidade.

Abraços!

Anônimo disse...

Prezado Pastor Geremias.

Marcelo Ferreira, mais uma vez.

Me equivoquei ao informar a data de 29.12. A data correta, de fato, era 28.12.

De todo modo, o meu argumento permanece.

Ao receber a listagem bancária final, a Comissão Eleitoral somente poderá considerar os pagamentos realizados até as 19:00 do dia 28.12.

Ora, não atuo na área bancária, mas entendo que, às 19:20, do dia 28.12, quando o Candidato, Pastor Samuel Câmara recebeu a informação, certamente a CGADB ainda não tinha em mãos a listagem bancária final, pois seria impossível que se computassem TODOS os pagamentos realizados até às 19:00 do dia 28.12, em apenas 20 minutos.

Insisto neste comentário unicamente para manter o meu posicionamento, no sentido de que, a informação recebida, e ora divulgada neste blog, certamente estará defasada diante da listagem bancária final.

Os números finais, pastor, fatalmente serão diferentes, e quiçá discrepantes, visto que não temos, a esta altura dos fatos, como saber quantos ministros deixaram para efetuar o pagamento na última hora.

Assim, eventual discrepância entre um ou outro relatório não poderá colocar a CGADB sob suspeita, conforme sugerido.

Em relação à fonte da informação recebida pelo Candidato Pastor Samuel Camara, e repassada ao pastor, agradeço pelo esclarecimento e me dou por satisfeito com a vossa informação de que tem tudo devidamente documentado.

De todo modo, ainda acho muito estranho que um Candidato tenha conseguido um acesso quase que imediato a estes dados.

Finalmente, registro aqui que já tenho buscado a Deus em oração para que esta AGO ocorra de maneira ética e respeitosa, já que é isto o que se espera de todos nós ministros.

Julgo saudável o debate, a discussão de ideias e propostas, posto que isto engradece a instituição e não a diminui.

Agradeço, mais uma vez, o pastor por nos conceder a oportunidade de manifestação neste Blog.

Que Deus, em Cristo, continue a abençoa-lo.

Abraços.

Marcelo Ferreira

Pastor Geremias Couto disse...

Meu caro Marcelo Ferreira:

Pode até ser estranho que o pastor Samuel Câmara tenha recebido essa listagem 20 minutos depois de encerrado o prazo.

Mas é preciso que se vejam outros ângulos:

1) Todos os candidatos, não importa a chapa, têm direito a essas informações.

2) Ninguém, até agora, em nome da CGADB, desmentiu a informação.

3) A possibilidade é de todo plausível e verossímil, se o pastor Samuel Câmara estivesse na sede da CGADB naquele momento, como acredito que estava.

Bem, a listagem oficial já saiu, como aqui já publicada, com números menores do que os apresentados na listagem extraoficial. Isso quer dizer que os pagamentos teriam sido feitos dentro dos prazos legais.

Todavia, há um senão. Cerca de 2.254 pastores teriam feito o pagamento, segundo a listagem extraoficial, mas os seus nomes não constam da lista. Acredito que vão recorrer nos prazos recursais.

Não se trata de pôr em dúvida a lisura dos responsáveis por esse trabalho, mas não é um número pequeno. Tem de haver justificativas.

O meu trabalho, como jornalista, é levantar o problema. O papel da CGADB, como responsável pelo processo eleitoral, é de esclarecê-lo.

Abraços!

Mark Lemos disse...

Ola Pr.Geremias, Paz!

Estou cantando o coro do hino 340..Um dos tais, um dos tais, posso eu tambem dizer sou um dos tais..2.254 pastores que pagou e esta de fora da lista oficial. Efetuei meu pagamento no dia 21/12/12 e ja estou enviando Fax, Sedex, Email, Carta registrada etc..para tentar resolver essa questao.

Meu caso a parte, acho que 10% das inscricoes nao aparecerem no sistema eh algo fora do comum, mas se tratando de CGADB....


Abracos!


Mark Lemos

Pastor Geremias Couto disse...

Meu caro pr. Mark Lemos:

Não foste encontrado na listagem oficial?

Não queremos pensar dessa forma, mas fica a impressão... Ah, deixa pra lá!

Concordo com o preclaro colega. 10% são um percentual muito elevado. Fico na dúvida se os pastores pagaram apenas as anuidades, esquecendo-se de pagar a inscrição.

Até porque em meu boleto consta na parte de cima à esquerda: "Inscrição 41 AGO + débitos anteriores". Como as minhas anuidades já estavam pagas, o valor impresso foi de cr$ 120,00, que corresponde à inscrição. Não posso acreditar que os boletos desses pastores tenham sido emitidos de forma diferente.

Bem, felizmente, o meu nome está lá, se não já estaria, agora, na porta da CGADB...

Adaias disse...

Não sou pastor, porém membro dessa Igreja, mas estava pensando sobre a Igreja:
Enigma - Um Legado Para Geração Futura

“1 Coríntios 11.1 - Sede meus imitadores, como também eu de Cristo”.
Às vezes me encontro a questionar:
A. Quais legados serão deixados pelos líderes atuais da igreja?
B. Os lideres da igreja estão preparados para tratar conflitos entre gerações?
C. A igreja tem pensando neste assunto?
D. A igreja tem se preparado para passar um legado?

Vejam o texto completo:http://adaiasmarcos.blogspot.com.br/2013/03/enigma-um-legado-para-geracao-futura.html