sexta-feira, 8 de abril de 2011

Fausto Rocha: exemplo de cristão na vida pública

Fausto Rocha deixou bom rastro
no exercício do mandato parlamentar


Lamento a morte de Fausto Rocha, cujo corpo está sendo velado na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Homem íntegro e temente a Deus, foi exemplo cristão no exercício da vida pública.

Foi ele quem dublou Billy Graham nos programas do projeto Minha Esperança Brasil.

Em nome da Associação, transmito aqui à família as condolências de toda a equipe que com ele conviveu naqueles dias.

Vamos encontrá-lo, um dia, no céu, onde desfrutaremos para sempre, sem interferência alguma, da glória do Senhor.

Que sejamos achados dignos no dia da nossa partida.

5 comentários:

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e pastor
Geremias Couto,

Saúde & Paz!

Louvo a Deus pela sua vida e gesto de gratidão em nome da Associação Billy Graham.

Considerando a importância das atividades de Fausto Rocha, bem como do seu testemunho cristão, a partir da sua vida particular à pública, poucos veículos registraram sua promoção às mansões celestiais.

Parabéns e registro também aqui, meus votos de pesar à família enlutada.

Um grande abraço!
Seu conservo,
Pr. Carlos Roberto

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor e amigo Carlos Roberto:

Um desabafo:

O porte íntegro de Fausto Rocha, inclusive como Deputado Federal, não rende boas manchetes para a mídia, mesmo a cristã.

Abraços!

Pastor Geremias Couto disse...

Mais um detalhe, caro amigo:

Em contato com colegas da Associação para informar o ocorrido, nunca, em qualquer outro lugar onde o Minha Esperança foi realizado, alguém dublou Billy Graham com a mesma voz pujante e qualidade técnica de Fausto ROcha.

Fica o registro.

Caramuru Afonso Francisco disse...

Além de tudo, não devemos nos esquecer que o saudoso Fausto Rocha foi decisivo para a manutenção do nome de Deus em nossa Constituição em 1988.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro prof. Caramuru:

Boa lembrança do papel do íntegro Fausto Rocha na feitura da assim chamada Constituição Cidadã por Ulysses Guimarães.

Abraços!