segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Parlamentares evangélicos decidem apoio a Dilma


A mídia noticiou neste fim de semana que os parlamentares evangélicos, sob a liderança do bispo Crivella, pretendem reunir-se hoje em Brasília para discutir a melhor estratégia em defesa de Dilma Rousseff e quem dentre eles apareceria no horário eleitoral para tentar conter os boatos de que ela seria favorável ao aborto. Acho que se fizerem isso darão um tiro no pé e já entrarão desgastados na próxima legislatura.

Conheço um pouco dos meandros de Brasília e posso assegurar que o PT não honrará nenhum dos compromissos que possam ser assumidos, no campo dos valores (sem duplo sentido, por favor), como não honrou durante o atual mandato. É só buscar nos anais da Câmara dos Deputados que os fatos estão lá devidamente registrados

Embora Lula tenha prometido em reunião com lideranças evangélicas que o aborto não entraria na pauta de seu governo, a Secretaria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres, sob a gestão da ministra Nilcea Freire, fez do tema a sua prioridade, criou uma comissão tripartite e preparou projeto de lei "consensual" descriminando o aborto já em tramitação no Congresso Nacional. Isto para não falar de outro projeto com o mesmo teor, que, apesar de ter sido rejeitado na Comissão de Constituição e Justiça, contou com o voto favorável e fechado de todos os integrantes do PT na dita Comissão. E depois foi retomado pelo deputado José Genoíno, que, felizmente, não foi reeleito.

Quero lembrar, ainda, aos parlamentares evangélicos que, se hoje estamos às voltas com o PLC 122/06 tramitando no Senado, foi porque houve quebra de acordo de não se votarem matérias polêmicas nas sessões de quinta-feira, quando a maioria dos deputados retorna aos seus estados. Sem que ninguém soubesse, o PLC 122/06, de autoria da então deputada federal do PT, Iara Bernardi, foi colocado em pauta numa quinta-feira, com o plenário vazio, e aprovado pelo voto simbolico das lideranças. Justiça seja feita. O deputado federal Pedro Ribeiro, que estava na Casa, quando percebeu pelos alto-falantes a manobra, correu para o plenário, mas já era tarde demais. Era matéria vencida.

Gostaria de dar um conselho aos parlamentares evangélicos: não se metam nessa encrenca. Não caiam na armadilha de vir para as ruas fazerem a defesa da candidata Dilma Rousseff. Não repitam Marco Feliciano que já é motivo de chacota na internet. Por mais que se esforcem, não há como desdizer o que a própria afirmou, foi delineado como política de governo no PNDH 3 e consta do programa do PT, que teve a coragem de punir dois de seus integrantes, Henrique Afonso e Luiz Bassuma, por se manifestarem contra o aborto, contrariando assim as diretrizes partidárias. Se fizerem isso, os senhores estarão traindo os seus dois colegas.

O melhor que podem fazer os parlamentares evangélicos - os reeleitos e os que estreiam mandato - é se prepararem para que exerçam uma boa legislatura, legislem para todos os brasileiros e não tergiversem (está em moda desde ontem) quando a pauta envolver valores que não podem ser negociados. Do contrário, o mundo virtual é um espaço que pode alterar os ventos nas próximas eleições.

Por último, lembrem-se: a fachada pode mudar, mas a natureza permanece a mesma.





8 comentários:

Eliel Teixeira disse...

Pastor Geremias,

Estou lhe acompanhando já há algum tempo e posso testemunhar que seu blog é um instrumento de Deus para despertar nossa consciência cristã.
Quando votamos em determinadas pessoas que se dizem cristãs, acreditamos que os mesmos utilizarão seus mandatos para buscar melhoria para todo o povo brasileiro, porém, com o discernimento necessário a identificar os artifícios secularistas que se contrapõe aos princípios cristãos. Neste caso, devem, eles, serem intransigentes na defesa destes princípios. O problema é que "o prato de lentilha" continua sendo bonito e atraente, fazendo com que não resistam a venda de sua primogenitura. O apoio articulado por estes é apenas a confissão de que, para eles, os valores cristãos não estão acima das benesses materiais que pretendem receber, ou então, é o reconhecimento de que não se pode lutar contra o sistema humanista estabelecido. Todavia, com a brava luta de homens e mulheres comprometidas com Deus e sua Palavra, eles ficarão frustrados, pois descobrirão que os cristãos bereanos estão de volta. Glória a Deus!!!
Quero já de antemão, solicitar sua autorização para reproduzir em meu blog (elielt.blogspot.com.br) os maravilhosos artigos publicados aqui.
Que Deus continue o abençoando.

Missionário Felipe Sena disse...

Quer saber de uma coisa? Deus vai descer juízo nesta terra aqui e eu vou gostar. Pois se os escolhidos dele eleitos para barrar esse projetos, não têm posição contrária à imoralidade. esta terra está condenada a virar uma Somália ou Etiópia de miséria e calamidade. Que todos estejam com os nomes escritos no livro da vida, porque a desgraça vem sobre todos. É o que Deus tem me dado e o que todos tem sorrido e me tido por louco. Graças a Deus por tral.

Elias disse...

Pastor Geremias,

O que o senhor acha do texto a seguir?:

http://blogdoedvar.blogspot.com/2010/10/o-aborto-biblia-e-as-eleicoes-2010.html

Pastor Geremias Couto disse...

Prezado Elias:

Li o texto e sua interpretacão e controversa. Ha muitas outras coisas que a Biblia não menciona por nome e, no entanto, conceitualmente elas estão lá. É temerario afirmar que, em virtude de o aborto não aparecer no texto sagrado "da forma como discutimo hoje" haveria então uma certa flexibilidade em relação à pratica, é forçar a interpretação bíblica. Que os bereianos se manifestem!

Artigos & Crônicas disse...

Pr. Geremias,
Qualquer tipo de acordo feito com presidenciáveis me faz lembrar o acordo que Josué fez com os gibeonitas sem consultar a Deus.
Quando deram por fé e perceberam que haviam sido traídos, já não houve mais remédio.
O que lamento é que essas lideranças, deixaram de confiar em Deus e estão fazendo acordos em nome de todo um povo evangélico, se colocando como representantes, sem saber se aceitamos ou não esse tipo de postura.
Essa é uma forma bastante diplomática de cabestrear votos.
Totalmente reporvável!
Sonia Costa

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e pastor Geremias do Couto,

Graça e paz!

Excelente seu alerta aos parlamentares cristãos eleitos.

Eles dependeram de Deus e do povo cristão para que fossem escolhidos. Daqui a quatro anos eles pedirão votos novamente, e aí como ficará?

Depois não venham dizer que internet é "terra de boataria". Hoje tudo fica registrado, com link e tudo1 rsrs


Parabéns pelo texto1

Um grande abraço!

Seu conservo,
Pr. Carlos Roberto

Sergio Vieira Souza disse...

Discordo desse texto.

Se Dilma engana os crentes, José Serra também.

Ninguem é tolo para acreditar em Serra, que está usando os evamgelicos.

Quanto a M. feliciano, o pastor não é melhor que ele para desrespeitar sua decisão.

Perfeito só Cristo e que eu saiba Geremias Couto não é Ele!

Vocês querem o quê?

Mandar no voto dos outros?

Sou evangelico e voto Dilma.

Feliciano, Jo´se, Maria e quem quer que seja precisa ser respeitado.

Ditadura não!

Sou evangelico e não marionete.

DionyMacfly® disse...

Amigo pastor;

O fato é muito simples... por força de cumprimento da Palavra o amor está esfriando certo? Então! O que acontece é que a idolatria está tomando conta dos "evangélicos". Explico: Idolatria é tudo aquilo que se coloca acima de Deus, há evangélicos que colocam a "legalidade" acima de Deus, colocam a "Constituição" a fim de justificar apoio a casamento gay, colocam os "direitos-humanos" acima de Deus para justificar apoio a aborto... estão negociando valores inegociáveis e ainda dizem: "Sou evangélico e voto Dilma" mesmo sabendo da questão fechada do PT pertinentes a Casamento Gay, aborto, liberaç. maconha entre outros.

Até Candidata Marina Silva se declara no próprio Site Oficial ser evolucionista, ser a favor da União Civil dos Homossexuais e ser a favor de plebiscito p/ aborto. E é evangélica... imagina se não fosse!

Enfim,

Crentes super liberais esses de hoje!!!

Afff.... Tô fora e tô antenado!

DionyMacfly®
www.dionymacfly.blogspot.com