quarta-feira, 9 de junho de 2010

LEIA EM PRIMEIRA MÃO MINHA CARTA-RENÚNCIA AO CONSELHO POLÍTICO DA CGADB


Com a finalidade de evitar distorções aos que tomarem conhecimento da notícia através de terceiros, publico neste blog, em primeira mão, a carta que ontem, 8 de junho de 2010, protocolei junto à Secretaria-Geral da CGADB, na qual apresento as razões e comunico a minha renúncia, em caráter irrevogável, como membro e, consequentemente, secretário do Conselho Político da CGADB.

Como afiliado à entidade, continuarei a propugnar pelo seu fortalecimento e permanecerei atento aos desdobramentos do affair que ora se desenrola, pois o que mais desejo de coração é ver uma CGADB saudável, que bem represente as Assembleias de Deus e seja instrumento de agregação da liderança em todo o Brasil, vencendo essa etapa tão desgastante e lamentável que tomou vulto no curso dos últimos anos desde a Assembleia Geral Ordinária do Anhembi.

Aproveito o ensejo para pedir aos honrados acompanhantes deste blog que orem por mim para que eu seja achado digno diante dAquele que sonda "rins e corações". Aos colegas do Conselho Político com os quais trabalhei, desejo que possam ser usados por Deus numa área que reconheço extremamente complexa e com variáveis difíceis de administrar.

A seguir, a carta-renúncia:

Ao Exmo. Senhor
Pastor José Wellington Bezerra da Costa
MD. Presidente da CGADB
Rio de Janeiro, RJ

CONSIDERANDO que por ocasião da Assembleia Geral Ordinária da CGADB realizada em abril de 2009, na cidade de Serra, ES, solicitei pessoalmente ao presidente da entidade, pastor José Wellington Bezerra da Costa, que não mais considerasse o meu nome para compor o Conselho Político da CGADB;
CONSIDERANDO que tal decisão tinha como motivo o fato de estar assoberbado com outras atividades que me eram, e continuam sendo, prioritárias no âmbito do Reino de Deus;
CONSIDERANDO que, posteriormente, ao ler o MENSAGEIRO DA PAZ, fui surpreendido com a manutenção do meu nome na mesma função, embora tenha feito a solicitação acima já mencionada;
CONSIDERANDO que para evitar maiores transtornos resolvi acatar a decisão do presidente, embora não tenha participado de nenhuma reunião do colegiado em razão de minhas prioridades e de, além disso, ter-me submetido a um demorado tratamento de saúde;
CONSIDERANDO que dado também aos recentes episódios em que me posicionei de forma clara e aberta contra a publicação da Bíblia Dake pela CPAD sem que até hoje esse impasse tenha sido resolvido;
CONSIDERANDO que, embora entenda como salutar a participação de cristãos vocacionados na vida pública, percebo que o Conselho Político perdeu o foco de fomentar essa participação como órgão de conscientização para que estes sejam instrumentos de transformação social em todos os segmentos da sociedade;
CONSIDERANDO que à luz da resolução aprovada na Assembleia Geral Ordinária realizada em Belo Horizonte, MG, a qual recomenda aos ministros titulares não se candidatarem a cargos eletivos, bem como ante a minha própria convicção à luz da Bíblia, eu estaria em flagrante contradição com os princípios que esposo, caso me mantivesse calado diante de alguns casos sabidos de ministros titulares que postulam candidaturas no próximo pleito;
CONSIDERANDO que meus recentes posicionamentos em relação ao modo como vejo a condução administrativa da CGADB/CPAD não me deixam à vontade para ocupar a mencionada função;

ENCAMINHO, em caráter irrevogável, a minha renúncia como membro e, consequentemente, secretário do Conselho Político da CGADB, ao mesmo tempo em que agradeço a confiança e oro para que todos sejamos sensíveis ao Espírito Santo na condução dos destinos de nossa tão amada Assembleia de Deus.

Rio de Janeiro, 8 de junho de 2010

Geremias dos Santos Couto

29 comentários:

Victor Leonardo Barbosa disse...

Creio que o senhor agiu com muito bom senso e caráter cristão pastor Geremias, e concordo em gênero número e grau com suas razões apresentadas.

Uma das coisas que mais me entristece é a questão envolvendo a Dake, até hoje não resolvida.A CPAD continua a publicar tal obra, enchendo os cofres e ao mesmo tempo contribuindo para a disseminação de erros gravíssimos entre o povo de Deus.

Um forte abraço e que Deus o abençoe.

OBS: estarei orando pelo senhor.

Robson Aguiar disse...

Pr. Geremias,

Sua renúncia é apenas mais um reflexo de tudo que está acontecendo.

O que percebo é que as comissões e conselhos da CGADB estão todos desgastados com o imblóglio Dake.

Mas, pelo que estou vendo o efeito dominó ainda está em andamento, e não vai parar por ai.

Do que adianta o status sem operância? Leis sem cumprimento?

Parabéns por sua coragem!

Pr. Luiz Fernando disse...

Prezado colega Pr. Geremias,
sabiamente o colega se afasta dessa função. Acredito que pelo andar da carruagem muita coisa vai respingar em muita gente. Buscando preservar sua identidade o colega mostra que não participar é melhor do que participar e ser cooptado pelo sistema. Como não haverá um posicionamento claro da direção a coisa vai rolar mansamente até não ter mais controle. Sei o quão difícil é tomar esta decisão contrariando todo o status quo vigente, mas somente ressalta sua honradez e compromisso com a verdade. Que nesses momentos a mão do Senhor esteja sobre o colega outorgando-lhe graça, sabedoria e intrepidez.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e pastor Geremias Couto,

A Paz do Senhor!

Desde muito cedo, aprendi admirar suas moderadas e conciliadoras participações, sempre apostando no melhor para a nossa querida Assembléia de Deus, fosse ministrando, escrevendo ou militando nas diversas comissões, conselhos ou funções que sempre exerceu.

Suponho que o prezado companheiro tenha orado e meditado muito a respeito da decisão de acaba de tomar e publicar.

Como convencional, entendo ser uma baixa em termos de atividade, restando a esperança que, como já anunciou, continue lutando pelos melhores e mais nobres ideais para a nossa CGADB, da qual sempre foi e continuas membro.

Cabe aqui registrar o meu sincero desejo e intercessão, de que seja uma decisão apenas momentânea, a qual deve merecer o nosso respeito.

Quantos aos motivos elencados em sua carta renúncia, creio que não houve novidade, considerando que seus escritos sempre revelaram tal postura. Creio que neste momento, a maior contribuição, é a profunda reflexão que eles provocarão em muitos.

Aproveito para registrar também, o tremendo desgaste causado pela publicação da Bíblia de Estudos Dake até hoje não resolvido.

Estarei orando pelo preclaro amigo.

Um grande abraço!

Seu conservo,
Pr. Carlos Roberto

NilmaBostonRio disse...

Por esses dias passei a admirar muitissimo duas pessoas, pela coragem e determinacao:

Pastor Geremias do Couto ( Blog Manha com a Biblia ) pelo artigo " Ilha fiscal "
e
Pastor Carlos Roberto ( do blog Point Rhema ) pelo artigo " Santa queima de arquivo " .


É tudo o que sei dizer nesse momento...




by @NilmaBostonRio

Gutierres Siqueira disse...

Pr. Geremias do Couto, a paz!

Já disse aqui e repito: Não é fácil manter a coerência. Agora, vejo no senhor a busca constante dos princípios com a prática. Parabéns, tal fato só faz aumentar minha admiração por sua pessoa, desde o dia em que nos encontramos no culto da Assembleia de Deus em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo (SP).

Os motivos expostos são nobres. Isso é o melhor dessa carta de renúncia.

Abraços!

JOSE HILTON CANUTO disse...

Que a paz esteja contigo,Pastor Geremias. Mesmo compreendendo suas motivações, honestas e íntegras, considero lamentável sua renúncia. Certa vez um irmão comentou que, mesmo indo contra a liderança desorientada, é sempre bom ter alguém lúcido e compromissado para servir de contrapeso aos desmandos daqueles que têm a consciência cauterizada e demonstram ter perdido as qualidades que se esperam de um salvo em Jesus Cristo. Quanto à DAKE, sugiro que os leitores deste blog familiarizados com a língua inglesa acessem o site www.dangerouscults.com, que fornece um painel completo da teologia de DAKE, com fatos e idéias ainda mais sérios do que aqueles jé mencionados em vários blogs cristãos. Se o amado pastor concordar, solicito seu e-mail para enviar um texto que estamos divulgando entre os irmãos para que se conscientizem da desastrosa situação da liderança assembleiana.
Que Deus te abençoe.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Victor:

Muito obrigado pelo apoio.

Quando decisões cruciais são postergadas acabam criando essa situação desagradável que estamos experimentando.

Mas continuo na luta.

Abraços

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Robson:

Não poderia haver outro desfecho. Esta é tambem uma maneira de demonstrar que a situação não está nada bem.

Muito o'brigado pelo apoio.

Abraços

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Carlos Roberto:

Obrigado por suas considerações sempre lúcidas. Eu não tinha outra alternativa. Ainda que seja um pequeno passo, é uma demonstração de que as coisas precisam mudar e depressa.

Continuo na luta.

Abraços

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Luiz Fernando:

A Bíblia diz que há hora para todas as coisas. Creio que também de se afastar. Foi o que fiz agora, para estar mais livre em defesa daquilo que acredito ser o correto para a CGADB.

Conto com suas orações.

Pastor Geremias Couto disse...

Prezada Nilma:

Obrigado pelo reconhecimento, mas não deixe de nos ajudar em oração, a mim, ao pastor Carlos Roberto e a milhares de outros que, embora não tenham blogs para se manifestar, não estão satisfeitos com os rumos de nossa CGADB.

Muito obrigado pelo comentário.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Gutierres

Como você mesmo observou, não é fácil conciliar princípios com a prática. Esta tem sido a minha batalha de cada dia com algumas perdas que se tornam ganhos no mundo espiritual.

Continuamos na luta.

Abraços

Pastor Geremias Couto disse...

Caro irmão José Hilton:

Embora me afastei do Conselho Político da CGADB, continuo filiado à entidade. Isto me deixa mais livre para defender as posições em que acredito sem ter que fazer "vistas grossas" diante de situações com as quais não concordo, como, por exemplo, a de pastores titulares serem candidatos a cargos eletivos.

Conto com as suas orações.

Pastor Geremias Couto disse...

Um adendo:

Meu email: gerecouto@yahoo.com.br

Luciano Vieira disse...

Caro Pr Geremias do Couto,
Creio que o prezado e honrado pastor tenha tomada uma decisão sobre orientação do Espírito Santo.
Estarei orando para que a decisão do irmão venha trazer benefícios em seu ministério, que é por muito admirado e respeitado.
Em Cristo,
Luciano Vieira

Pastor Geremias Couto disse...

Caros:

Apenas para esclarecer uma vez mais, informo:

1. Não me desliguei da CGADB.

2. Não deixei a Assembleia de Deus.

3. Não abandonei a trincheira.

4. Apenas renunciei à condição de membro e secretário do Conselho Político da entidade pelos motivos elencados na carta e também com o fito de ficar mais livre para expressar minhas opiniões sem as amarras do cargo.

Abraços

Joabe disse...

Caro Pastor Geremias,

A Paz do SENHOR!

Entendo e respeito sua decisão, entretanto lamento a saída de um homem sério, honesto e coerente de um Conselho tão importante. Não sei se é amadorismo ou má fé a forma como nossas igrejas se envolvem com políticos. E a saída do senhor do Conselho de Política da CGADB enfraquece um pouco a “ala” esclarecida e ética dos evangélicos( é triste ter que fazer essa diferenciação de um segmento que deveria ser conhecido entre outros atributos pela ética).

Escrevi há algum tempo fazendo alguns questionamentos sobre os “nossos” políticos e vou repetir : o que os políticos que tiveram a indicação da Convenção Geral já fizeram? Como eles são escolhidos? Por onde eles andam? Quem são eles? O que já foi aprovado que tiverem iniciativa deles e beneficiou a população? Onde está força da “bancada evangélica”? Como eles deixaram que leis como a famigerada PL 122 estejam na eminência de ser aprovada ?

E por que não criar logo um partido que tenha princípios cristãos e que não negocie com políticos inescrupulosos e corruptos? Porque grupos como o Mst e os Gayzistas, apesar de defenderem ideais espúrios e são minoria em relação aos evangélicos, tem mais força política?

Lamento o desrespeito às deliberações tão recentes e na forma “mundana” como a política é tratada em nossos templos.

Que Deus nos ajude



Joabe

Evandro Lemes disse...

É uma pena que você esteja saindo pastor Geremias, porque você dá um carater de seriedade a CGADB. Só espero que não tenha em mente que com Samuel Câmara sua vida seria melhor na CGADB, pois bem sabemos como ele e seus parentes tem sido investigado pela policia lá no norte. Que Deus te abençoe!

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Evandro Lemes:

Volto a esclarecer que deixei o Conselho Político, não a CGADB. Continuo na mesma trincheira e estarei a postos para assumir minhas posições com independência.

Por outro lado, não viso ter "uma vida melhor" com este ou aquele presidente, porque já a tenho aos pés do meu bendito e amado Salvador Jesus Cristo. Mas luto, isto sim, para que a CGADB saia dessa situação lastimável em que se encontra desde a AGO realizada no Anhembi.

Na verdade, faço parte de um grande grupo de pastores anônimos, desconhecidos, silenciosos sem serem omissos, que, sem estarem articulados ou trabalhando qualquer estratégia, mas crendo na ação soberana de Deus, preconizam uma terceira via nas eleições de 2013.

Deus lhe abençoe.

Anônimo disse...

DANIELZINHO COMENTA:

Perda lamentável...

Infelizmente,a Assembléia de Deus no Brasil está ficando sem rumo...

Menos política e mais santidade!!!

Deus é contigo,Pr Geremias.

Matias Borba disse...

Pastor Geremias,
A Paz!

Como já disse sobre sua posição ao episódio da Dake, sua atitude me adimira, mas não me surpreende. Mesmo assim, minha adimiração por vossa pessoa, bem como por vosso ministério só aumentam devido a suas posturas verdadeiramente cristãs .

Desde que ministrei como professor de EBD pela primeira vez, com uma revista escrita pelo senhor, percebi não apenas teoria em seus escritos, mas, muita coerência e prática, isso é o mais importante.

Nada a dizer sobre sua carta, a não ser, os motivos são verdadeiros e compreensíveis.
As ultimas renúncias aos cargos da CADG não são decorrentes a do Silas Malafaia, mas são decorrentes das sementes que a CGADB vem palantando nos últimos anos.

Como já disse o irmão Gutierres, o pior de tudo, é a liderança da CGADB fingir que nada de errado está ocorrendo. O exemplo é a nota de esclarecimento que , como bem disse o senhor mesmo, não esclarece nada. Parece que, quanto mais os líderis falam, mas se complicam em suas próprias paravras.

Perdão se estou sendo duro demais, mas, um homem de Deus que tem como prioridade, compromisso com o verdadeira Evangelho, acima de qualquer instituição, nem pretica o velho corporativismo e muito menos, se põe em busca de privilégios.

Deus tenha miséricórdia destes!

Estarei orando por vossa vida, família e ministério.

Um abraço!

Pr. Levy Conde disse...

Meu amado Pr. Geremia.

Aumenta minha admiração pelo companheiro. Sua coragem dispensa maiores comentários. Ocupar um cargo só por ocupar não tem significado algum. A falta de consideração e respeito em relação aos conselhos da CGADB é gritante, é abusiva, especialmente por parte da CPAD, de forma mais acentuada no caso DAKE.

O Senhor te conserve sempre assim, sincero, corajoso e transparente.

Abraços no Mestre.

Pr. Levy Conde

vanderleia disse...

Creio que o Pr. Jeremias foi direcionado por Deus.

Agora o dever de todo servo de Deus, é de ajudar a restaurar o muro,como Fez Neemias.Acredito que o Pastor seja um importante elo entre Deus e o povo.
Eu estou á 26 anos na assembleia de Deus orando por restauração do muro.Continuo amando e respeitando o Pr. Welligton e todos os demais pastores, pois quem não ama vai para o inferno, onde o bicho não cessa de comer.

Matias Borba disse...

Pr. Geremias,

Perdãos pelos erros de digitação, por conta de está realizando um trabalho ao mesmo tempo em que digitava o comentário, os erros foram inevitáveis.
Mas creio ter sido compreendido e claro.

Abraço!

Elízia Araújo disse...

Pr. Geremias do Couto,
A Paz do Senhor!

Parabéns pela iniciativa! Estamos orando e Deus está tomando as rédeas dessa situação deplorável. Medite em Atos 5.29. Porém, respondendo Pedro e os apóstolos disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.(A grande pergunta que paira ante todo cristão não é: "É conveniente, seguro, agradável popular entre os homens?", mas: "O que está certo diante de Deus?" Conforme Gálatas 1.10: Porque persuado eu agora a homens ou a Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo. (Ninguém pode ser um autêntico ministro do evangelho e, ao mesmo tempo, procurar agradar aos outros transigindo nas verdades do evangelho). STAMPS, Donald C. Bíblia de Estudo Pentecostal.ERC-EUA: Life Publishers: 1995

vanderleia disse...

A paz do Senhor!!

O bom mesmo é adorarmos à Deus!
No Senhor Deus não á decepção!!!

O que eu temo é que muitos não adoram á Deus, e sim à "homens"
E sendo assim, continuarão sofrendo!!
Não me causará espanto se fabricarem estátuas "imagens" de homens, no meio evangélico... seria um "desmanzelo" com a palavra de Deus!Não sei se tais já existem!!!!

Blog do Jordanny Silva disse...

Pastor Geremias,

É por esse e outros motivos que o senhor conquistou minha admiração! Que Deus continue te usando!

Jordanny Silva
http://jordannyblog.blogspot.com

FRANCISCO FELIX SOBRINHO disse...

Pr. Jeremias,

Sou superintendente da EBD, há quinze anos. Aprendi a admirar seus periodicos, liçoes bíblicas por vc comentadas, enfim, o senhor é o homem a quem Deus tem poderosamente usado. Isto posto, gostaria de dizer que me entristece muito saber que as coisas não andam muito bem em relação algumas posiçoes da CPAD, especialmente no que diz respeito à Bíblica Dake. Alías, já tive que explicar alguns assuntos distorcidos nessa Biblia para alguns novos convertidos da nossa Igreja. Na verdade, essa Bíblia já deveria ter sido retirada do mercado para não prejudicar os novos conversos e, consequentemente, o ensino sadio das escrituras que é trabalhado com tanta dificuldade, nesses tempos de modismos, heresias, etc.
De modo que, me solidarizo com o amodo Pastor pela coragem e sinceridade. São valores que estão quase em extinção.

A paz do Senhor!