quinta-feira, 26 de março de 2009

Minha Esperança Brasil: números finais apontam milhares de decisões em todo o país


Os dados finais do projeto Minha Esperança, reunindo os relatórios das igrejas enviados ao escritório nacional até o dia 18 de março, apontam para uma histórica colheita de almas em todo o país: 340.704 pessoas fizeram sua decisão por Cristo durante as transmissões dos programas nos dias 6, 7 e 8 de novembro do ano passado através da Rede Bandeirantes e da Rede Boas Novas. Foi o maior projeto evangelístico da história da nação brasileira.

Este número é o resultado dos relatórios de apenas 75.9 % das 53.072 igrejas efetivamente mobilizadas para o projeto, ou seja, apenas 40.264 igrejas deste total enviaram relatórios, representando 355.725 lares Mateus. 12.708 igrejas deixaram de enviar relatórios. Isto quer dizer que podemos projetar um número bem maior de decisões, que não está contabilizado em nosso banco de dados, mas cujos nomes Deus conhece e só a eternidade revelará.


Nos dias 23, 24 e 25 de março a equipe de BGEA, composta de William Conard, vice-presidente dos ministérios internacionais, Greg Matthews, diretor do projeto para a América Latina, Galo Vasquez, Diretor de Ministérios para a América Latina, David Ruiz, Diretor do Festival de Crianças e da distribuição de caixas de esperança na América Latina, Geremias do Couto, coordenador nacional do Minha Esperança e representante nacional de BGEA no Brasil, e Gustavo André, gerente de Tecnologia da Informação, reuniu-se com lideres em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, onde os números finais foram apresentados e vários deles puderam compartilhar suas experiências com o projeto. Todos concordaram que o Minha Esperança marcou a história da igreja evangélica brasileira.


Durante dois anos todo o país foi mobilizado para aceitar este desafio, que se tornou o maior esforço evangelístico de todos os tempos.


O projeto Minha Esperança alcançou todo o país, de uma só vez, através desta tríplice estratégia: a) transmissão de três programas, em horário nobre, às nove horas da noite, através da Rede Bandeirantes em parceria com a Rede Boas Novas; b) mobilização e envolvimento das igrejas locais e c) milhares de lares mateus treinados, que abriram as suas casas por três dias consecutivos, com o apoio de materiais específicos usados na ocasião, para que os seus amigos, parentes e vizinhos pudessem ouvir a mensagem do evangelho.


Das igrejas e lares que enviaram relatórios, consta o comparecimento de 1.844.491 convidados, ou seja, cerca de nove maracanãs dos tempos em que o estádio comportava 200 mil pessoas, como no último dia da Cruzada de Billy Graham, no Rio de Janeiro, em 1974.


Tudo isso só foi possível, antes de tudo, em razão da bênção de Deus sobre o projeto. Em segundo lugar, como resultado do apoio decisivo da liderança evangélica nacional, que formalizou o convite à Associação Evangelística Billy Graham para realizar o Minha Esperança e mobilizar as igrejas para esse grande desafio.


O projeto Minha Esperança segue, agora, para Porto Rico, República Dominicana e Tailândia. Mas a sua igreja pode continuar usando a mesma estratégia com os DVDs dos programas e continuar obtendo excelentes frutos para o Reino de Deus. Para saber, clique aqui e veja como funciona a estratégia.


Veja a seguir a lista de denominações que, formalmente, aderiram ao projeto:


Assembléia de Deus – CGADB


Assembléia de Deus – CONAMAD


Igreja do Evangelho Quadrangular


Convenção Batista Brasileira


Convenção Batista Nacional


Casa da Bênção


Igreja Presbiteriana do Brasil


Igrejas Independentes (milhares de igrejas sem vínculo institucional com alguma denominação, representadas pelos Conselhos de Pastores).


Igreja O Brasil Para Cristo


Igreja Presbiteriana Independente


Igreja Metodista do Brasil


Igreja Metodista Wesleyana


Assembléia de Deus – Ministério de Anápolis


Assembléia de Deus – Ministério de Perús


Convenção Batista Independente


Igreja de Deus no Brasil


Igreja Luterana


Igreja Congregacional


Comunidade Sara a Nossa Terra


Igreja do Avivamento Bíblico


Igreja do Nazareno


Igreja da Paz


Igreja Renascer em Cristo


Cada denominação receberá nos próximos dias um CD com o relatório geral e o relatório com os seus dados específicos para análise interna. Além disso, a mídia evangélica estará recebendo, também, as informações gerais para divulgação.

Há, também, em nossos relatos dezenas de outras denominações e igrejas independentes, que aderiram informalmente ao projeto, levando também os membros de suas comunidades a participarem das três noites de transmissão dos programas.

Outras dados: secretaria@minhaesperanca.com.br


PS. Autorizada a reprodução.

6 comentários:

Pr. Carlos Roberto disse...

Reverendo Pr. Geremias do Couto,
Graça e Paz!
Mais uma vez registro meus cuprimento ao preclaro irmão, na condição de Coordenador Nacional do Projeto, bem como a todos os demais da equipe MEB.
Como colaboração postei seu artigo no Point Rhema, citando a fonte.
Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pastor César Moisés disse...

Caro Mestre Geremias do Couto

O que a igreja evangélica brasileira presenciou nos três dias de transmissão, foi que o uso da mídia é uma das maneiras mais eficaz de se fazer evangelismo na pós-modernidade (é o que as neopentecostais estão fazendo há anos, só que com objetivos abissalmente distintos dos da Associação Evangelística Billy Graham).

A despeito de todas as críticas que à época do Projeto foram levantadas sobre o lendário evangelista Billy Graham (algumas inclusive, bastante ofensivas e apaixonadamente influenciadas por quem nada faz além de ser ranzinza), os números estão aí para provar que não temos uma nação evangélica - como triunfal e equivocadamente se quer fazer passar -, pois ainda há muito por fazer!

Parabéns a associação e também ao senhor, pois creio que Deus continuará abençoando os vossos ministérios.

Abraços

PS. Estarei postando o assunto em meu blog, mas pretendo fazer algumas reflexões.

Matias Borba disse...

Nobre Pastor Geremias do Couto,
Paz do Senhor!

Graças a Deus por números tão grandiosos, Deus é fiel a seus filhos.
Parabéns por seu esforço e tanta dedicação a este trabalho, antes mesmo da divulgação dos números já sabiamos que deus iria coroar este projeto pois quando a igreja se mobiliza para alcançar vidas para Cristo Deus toma a frente de tudo.

Deus abençoe e conte com nossas orações!

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Carlos Roberto:

Louvamos a Deus porque o irmão e amigo fez também parte desta grande equipe de mobilização no âmbito de sua convenção. Continuaremos juntos, se Deus quiser, pela mesma causa do Reino.

Abraços

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor e amigo César Moisés:

De fato, caro colega, valem aqui as palavras do livro de Josué: "Ainda há muitíssima terra para possuir". É por isso que a AEBG não perde o seu foco.

Vou aguardar a sua reflexão. Ela é necessária e espero também que cada denominação, ao receber os seus dados específicos, possa também fazer a sua leitura, análise e interpretação dos dados.

Abraços

Pastor Geremias Couto disse...

Caro irmão e amigo Matias Borba:

Louvamos a Deus por esses números porque eles representam pessoas que foram alcançadas pelo evangelho.

Há quem critique contar os resultados, mas a Bíblia é um livro de números. É tanto que um dos seus livros tem esse nome.

No dia de Pentecostes, foram quase três mil almas, logo depois aparecem quase cinco mil acrescentados à fé, e há, no evangelhos, um episódio singular que também lida com números: a pesca milagrosa. Foram 153 grandes peixes (percebam que não eram pequenos).

Moral da história: se esses números aparecem na Bíblia é porque alguém se deu ao trabalho de contar. Não foram "chutados".

É assim que age a AEBG. Mas seguramente muitos outros resultados que não foram relatados ao escritório nacional já estão na contabilidade de Deus. Isso é o que importa.

Abraços, meu irmão.