sexta-feira, 6 de abril de 2007

Afinal, o que é o coração?

Acompanhei este debate numa das comunidades da Internet. Afinal, Deus só quer o coração ou espera que haja uma entrega plena de todas as áreas de nossa vida?
Para começar, a pergunta é conceitualmente equivocada porque parte de um pressuposto errado e excludente: a idéia de que o coração é apenas uma parte de nosso ser, como no caso de nossa constituição física.
Só que, para entender o significado do vocábulo e conceituar a idéia de forma correta, temos de saber lidar com o mundo dos símbolos, da linguagem figurada, das expressões que enriquecem a nossa maneira de significar as coisas.
Coração é uma dessas contribuições da língua hebraica, com sentido figurado, para denotar a idéia de centro de nossas vontades e sentimentos. Não se refere ao músculo cardíaco, mas, de maneira simbólica, ao nosso ser em si mesmo para reportar-se à nossa capacidade de pensar, decidir, agir e sentir. Assim, em sentido figurado (ressalte-se), pensamos, decidimos, agimos e sentimos com coração. Ele nos move em nossa caminhada pela história. Veja estas referências bíblicas:

"Pois a sabedoria entrará em seu coração, e o conhecimento será agradável à sua alma", Pv 2.10.

"Confie no SENHOR de todo o seu coração e não se apóie em seu próprio entendimento", Pv. 3.5

"Meu filho, escute o que lhe digo; preste atenção às minhas palavras. Nunca as perca de vista; guarde-as no fundo do coração... Acima de tudo, guarde o seu coração", Pv 4.20,21,23

"A alegria do coração transparece no rosto, mas o coração angustiado oprime o espírito", Pv 15.13.

Perceba que, em todos os casos, o coração é apresentado como o centro de nossas volições e sentimentos. A mesma idéia transmite o Senhor no Sermão do Monte. Quando se refere ao adultério como um ato do coração, mostra que é aí que as coisas começam, Mt 5.28. Quando afirma que onde estiver o nosso tesouro aí estará o nosso coração, estabelece-o como o centro de nossas ações, Mt 6.21. Em outras palavras, no dizer de Jesus, o coração representa o nosso ser, aquilo que somos e queremos.

Concluindo, não é correto afirmar que Deus só quer o coração, como se fosse algo à parte. A nossa entrega no altar do Senhor nào é algo compartimentado, que se vai entregando uma coisa de cada vez. Ela é plena, total, integral, sem reservas, em todas as dimensões de nossa existência. É assim que se deve entender, portanto, quando se afirma: entregar o coração a Deus. É o reconhecimento da soberania de Deus sobre as nossas vidas. É entregar-lhe o controle, a direção, de todos os nossos atos. É viver integralmente por Ele e para Ele.
Deus não quer só o coração. Ele quer o coração e ponto final. Com todo a riqueza de significado que representa em nossa linguagem humana.

Até amanhã.

3 comentários:

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro Pastor

Estou feliz em saber que abriu esse canal de comunicação. Estarei por aqui acompanhando as suas abordagens sobre a Palavra de Deus.

André Silva disse...

Pastor Geremias,
Acredito que esse jargão cultural nada mais é que a solidificação de nosso ser em Cristo: espírito, alma e corpo numa só entrega. Eu disse só? Bom, eis ai o problema: o advérbio só estabelece, nesse jargão temático, o problema e a falta de entendimento colocados com muita categoria pelo senhor. "Não é só o coração, mas o coração".
Estarei acompanhando seus textos todos os dias. Espero ser surpreendido com algum texto seu.
O senhor, já escreveu algo sobre a pessoa de Cristo? Não é piada! Falo da pessoa enquanto propósito, objetivo que desemboca no que deve ser a nossa vivência. Chamar Judas de amigo na hora do beijo da traição, conversar com a samaritana, defender a prostituta...
O senhor já observou que Jesus fez coisas que foge totalmente à proposta de nossa sociedade,de nossos valores, mesmo estando na igreja, por que viver isso se torna difícil hoje?
Outra questão é: A influência da mídia na vida dos cristãos, se o senhor já escreveu sobre esse assunto exponha ou mande para mim. andresilva.30@hotmail.com
Também gostaria de enviar uns textos de minha autoria para o Senhor.
A paz do Senhor,
Irmão André Silva - Carpina - PE

Anônimo disse...

Paz
Parabéns pelo comentario do coração no sentido "figurado"
Goataria se possivel que me postase o comentario ou estudo sobre Jesus andar na contra-mào(figurado)falar c/a samaritana/defender a adultera,assentar-se co os pecadores etc.achei interesante.
(adesiodoreto@hotmail.com)
S.P.
Fica na Paz.